Modalidades Equestres: Obstáculos

Modalidades Equestres: Obstáculos

Modalidades Equestres:

A prova de obstáculos é uma competição em que o conjunto cavalo / cavaleiro é avaliado segundo certas regras, durante um percurso de obstáculos.

Estas provas têm como objectivo demonstrar a força, energia, obediência, velocidade, respeito pelo obstáculo e franqueza do cavalo, aliadas à sensibilidade e destreza do cavaleiro.

O gosto por saltar a cavalo surgiu durante as inúmeras caçadas à raposa, que se realizavam em Inglaterra. A caçada era feita em terreno variado e muitas vezes os caçadores tinham que saltar sobre sebes, valas de água, pequenos troncos e outros tipos de obstáculo que pudessem surgir.

Só em meados do séc. XVIII é que se começaram a realizar as primeiras provas de obstáculos de pista.

As penalizações dependem do tipo de prova, no entanto há algumas que são comuns a várias provas e que podem contribuir para que o conjunto não seja vencedor.

  • Derrube do obstáculo – 4 pontos
  • 1ª desobediência – 4 pontos
  • 2ª desobediência – eliminação do conjunto
  • Queda do cavalo ou do cavaleiro – eliminação
  • Erro no percurso – eliminação

Existem vários tipos de prova e, conforme o tipo de prova, vence o conjunto que comete o mínimo de penalidades, ou completa o percurso no menor espaço de tempo ou, nalguns casos, conquista o maior número de pontos.

Tipos de provas

Sem cronómetro (hunter): os critérios de avaliação são a boa apresentação do conjunto (boa aparência do cavaleiro, arreios cuidados, cavalo limpo e bem cuidado) e uma boa prova com o cavalo a fazer calmamente o percurso. avalia-se também a harmonia do conjunto.

Ao cronómetro: prova em que o tempo é determinante para a classificação final. No caso de haver dois conjuntos que terminem a prova sem faltas e com o mesmo tempo diz-se que ficam em 1º lugar ex-aequo.

Ao cronómetro com barrage: Nesta prova faz -se uma barrage se houver mais do que um conjunto a terminar o percurso sem faltas. A barrage consiste num percurso com menos obstáculos, cada um deles mais alto, e é normalmente um percurso mais técnico e complicado.

Potência: Prova que tem no máximo quatro barrages, onde os concorrentes são eliminados segundo os critérios de penalização. À medida que os concorrentes são eliminados faz -se uma nova barrage com os obstáculos cada vez mais altos e um percurso mais difícil e técnico.

Dificuldades progressivas: À medida que o percurso progride aumentam também as dificuldades dos obstáculos.

Estafetas: A prova é feita por dois ou mais participantes. Quando um conjunto acaba torna-se “oficial” que o outro membro da equipa está em prova pela passagem de testemunho (normalmente uma passagem do stick utilizado).

Ex-aequo: Dois conjuntos fazem uma prova simétrica, com os mesmos obstáculos, mesma altura dos mesmos e igual dificuldade do percurso.

Prova de caça: as faltas cometidas pelo conjunto são reconvertidas em pontos. Portanto vence a prova o conjunto que tiver menos pontos.

Hoje em dia as provas nacionais dividem em 4 categorias. A, B, C e festivais.

Este artigo foi publicado na Revista nº4 do Mundo dos Animais, em Dezembro de 2007, com o título “Modalidades Equestres – Obstáculos”.

Tópicos: Cavalos, Animais de Quinta, Artigos em Destaque