Cuidados a Ter Com o Seu Cão no Natal

Cuidados a ter com o seu cão no Natal

O Natal está a aproximar-se e muitas são as coisas que têm de pensar e de fazer. É necessário decidir a ementa principal, as sobremesas que vai fazer, como vai entreter os seus convidados, entre muitas outras coisas.

No meio desta roda-viva, o seu cão anda sempre a correr e aos saltinhos atrás de si. As épocas festivas convidam a alguns excessos com a família e os amigos de duas patas, mas é com os amigos de quatro patas que devemos ter maiores cuidados.

Neste artigo, vou-lhe falar de alguns cuidados que deve ter com o seu melhor amigo nesta época tão especial. Se também tem um gato, ou só tem gatos, leia também o artigo com os cuidados a ter com o seu gato nesta época natalícia.

Conselhos úteis para que o seu cão tenha um Feliz Natal

Cuidados a ter com o seu cão no Natal

Fotografia: Bill Mill

A quadra natalícia traz consigo alguns perigos para os animais, em especial pela decoração que é tradicional usar nesta altura. Para um cachorrinho, uma árvore de Natal é apenas e só um brinquedo gigante que você levou para casa e que merece ser explorado. As decorações de Natal são também desenhadas para serem atrativas e cintilantes, o que as torna numa tentação para um cachorrinho curioso.

Felizmente, com alguns cuidados simples, é possível precaver os acidentes mais comuns e deixar o seu cachorro mais seguro:

  • Procure manter as rotinas: É importante para os animais que as rotinas sejam consistentes, ou seja, que a alimentação, passeios e brincadeiras ocorram mais ou menos pela mesma hora a cada dia. Procure manter essas rotinas mesmo na atarefada véspera de Natal;
  • Exercício é especialmente bem-vindo: O exercício ajuda os cães a gastarem energia e com isso, ficarem mais calmos o resto do dia. Os cães não devem ser exercitados apenas em certas datas mas sim diariamente, contudo, num dia em que se espera movimento fora do normal em casa, não descure do exercício: ter um cão agitado e hiperativo em casa no meio de tanta visita poderá não ser muito agradável;
  • Visitas em casa, trabalho redobrado: Se vai receber visitas em sua casa, é certo e sabido que o seu cão vai ficar eléctrico e super animado por ver tanta gente em sua casa. Por isso, arranje um tempinho para dar um passeio a pé ou uma boa corrida com o seu cachorro. Desta forma, na altura do jantar ele estará mais calmo e não fará tanto alarido;
  • Alimente bem o seu cachorro: Para evitar que o seu animal de estimação vá à mesa pedinchar comida, certifique-se de que ele janta pouco antes de o vosso jantar começar ou até ao mesmo tempo. Se ele estiver entretido com a comida dele, não vai haver problemas;
  • Época especial, comida diferente: Se vai preparar uma ementa especial para si, para a sua família e para os seus amigos, não pode deixar o seu melhor amigo de fora. Ofereça-lhe como presente a ração preferida dele, por exemplo. O seu cão vai adorar;
  • Cantinho sossegado: Reserve uma divisão da casa para o seu patudo. Deixe lá uma caminha fofinha para ele poder retirar-se da confusão se assim o pretender;
  • Alerta crianças: Se vai receber crianças em sua casa, deve avisá-las de que não devem magoar nem aborrecer o seu cachorro. Só podem brincar com ele e fazer-lhe algumas festinhas. Caso contrário ele pode ficar agitado;
  • Petiscos e doces – não: Avise os seus convidados que não devem dar da sua comida ao seu cachorro. Em último caso, pode dar-lhe apenas alguns pedaços de carne;
  • Velas: Se tem o hábito de usar velas acesas na sua decoração de Natal, tenha especial cuidado com os seus animais. Facilmente um cão as derruba, até com um simples abanar a cauda ou uma pequena corrida para dar as boas vindas efusivas a um convidado, o que pode provocar um incêndio dentro de casa;
  • Cabos e luzes: Os cães, em especial os cachorrinhos, sentem-se atraídos por luzes a piscar e tendem a roer os fios. Isto pode provocar um choque eléctrico no animal, que dependendo da severidade pode até ser fatal. Dica: proteja os cabos das luzes com fita adesiva e cole-os ao chão para que o cachorrinho não seja capaz de os abocanhar;
  • Sacas e papéis de embrulho no lixo: Depois de abrir os presentes certifique-se de que todas as sacas e papéis de embrulho são colocados no lixo. Desta forma terá a certeza de que o seu cachorro não vai cair na tentação de os roer e até mesmo engolir. Tenha no entanto atenção que o cachorro pode tentar ir buscar ao caixote do lixo aquilo que lhe desperta curiosidade. Pondere fechar bem o caixote ou deixá-lo num lugar fora do alcance do seu cão;
  • Fogo-de-artifício proibido: Em alguns sítios é tradição lançar fogo-de-artifício nesta altura. Se é esse o seu caso, então mantenha o seu cão o mais longe possível disso. Deixe o seu cachorro numa divisão quente e fechada e lance o fogo-de-artifício noutra zona. Os cães têm uma audição muito mais sensível do que a nossa e esse barulho pode deixá-lo muito assustado;
  • Tempo para miminhos: No final da noite reserve um tempinho para o seu cão. Como passou toda a noite atarefado com os preparativos do jantar e a dar atenção as familiares e amigos, ele pode sentir-se posto de parte. Nada que umas boas festinhas não resolvam.

Estes são apenas alguns dos cuidados que deve ter para ter a certeza de que tudo corre bem com o seu cão neste Natal. Os cuidados nunca são demais no que toca ao seu melhor amigo, pois não?

Tópicos: Natal com Animais, Cães, Animais de Estimação