Cuidados a Ter Com o Seu Gato no Natal

Cuidados a ter com o seu gato no Natal

O Natal está a aproximar-se a passos largos e sente-se um espírito de alegria no ar. Muitas são as decorações para colocar, prendas para comprar e ementas para decidir. Logo de seguida vem a celebração do Ano Novo.

No meio disto tudo o seu gatinho anda todo animado a correr pela casa e a partir tudo desvendar os segredos do Natal!

No entanto, existem alguns cuidados que deve ter para que o seu bichano não se aleije ou para que ele não fique doente. Os gatos são animais muito curiosos e deve ter isto em conta perante tudo o que decidir fazer em sua casa.

Também são animais de rotina, pelo que além das dicas que lhe deixo a seguir, convém manter a rotina diária do seu gato consistente: refeições dadas sensivelmente à mesma hora, caixa de areia limpa e no mesmo local de sempre, não lhes cortar o acesso aos locais favoritos, etc. Como se fosse um outro dia qualquer.

Depois de ter falado um pouco sobre os cuidados a ter com o seu cão no Natal, deixo-lhe agora alguns pontos muito importantes para que corra tudo bem com o seu felino de estimação.

Árvore de Natal

Cuidados a ter com o seu gato no Natal

Fotografia: Jean-Simon Asselin

O que para si é uma árvore de Natal, para o seu gato é um brinquedo gigante que você trouxe para casa – e porque o mundo gira sempre à volta do gato, é um brinquedo que você trouxe para ele. É para brincar e para explorar. E saltar e rebolar.

Para que este brinquedo não se torne numa fonte de problemas para o seu miau, procure seguir estas dicas rápidas:

  • Atenção aos pinheiros naturais: as agulhas dos pinheiros são muito pontiagudas e podem espetar as almofadinhas das patas dos gatos. Podem causar problemas ainda mais sérios se o gato as tentar engolir (uma vez que o aroma natural dos pinheiros os atrai), como ficarem presas na faringe e causar ferimentos internos. Procure remover todas as agulhas que caiam no chão;
  • Os enfeites da árvore de Natal: Os gatos, como de certo saberá, sentem-se atraídos por tudo o que mexe. Se colocar na árvore bolinhas e outros enfeites a baloiçar, é natural que o gato entre em modo caçador. Procure que os enfeites sejam inquebráveis, que consigam pelo menos resistir à força de um gato ou à queda ao chão, uma vez que os materiais partidos podem provocar ferimentos no gato (e em si, se os pisar);
  • Coloque os cabos das luzes fora do alcance: Principalmente os gatinhos mais novos, sentem-se irresistivelmente atraídos por luzes a piscar e podem roer os fios, o que lhes pode provocar choques elétricos. Num corpo tão pequeno, podem muito bem ser fatais. Uma dica que pode experimentar é cobrir os fios com fita adesiva e colá-los ao chão, evitando que o gato os consiga trincar;
  • Não deixe o seu gato trepar a árvore de Natal: A árvore pode cair e o seu gato magoar-se. Desencoraje o felino saltador de subir pela árvore ao não a colocar junto de nenhum móvel, sofá ou cadeira que lhe sirva de rampa de lançamento. Em todo o caso, procure que a árvore esteja o mais segura possível – de preferência o suficiente para levar com um gato em cima e manter-se de pé.

Decorações e presentes de Natal

Nesta altura, existem um pouco por toda a casa decorações natalícias e presentes de Natal. Contudo, estes podem ser perigosos para o seu gato, que não resiste à tentação de caçar aquela bolinha que está a baloiçar levemente ou aquela luzinha que pisca pisca.

As decorações de Natal geralmente não são tóxicas: o problema é quando são ingeridas, pois podem provocar uma série de problemas nos órgãos internos e o seu gatinho necessitar de intervenção médica urgente.

Assim, existem alguns pontos que deve ter em atenção para que não ocorram acidentes com o seu bichano. Nomeadamente:

  • Tenha cuidado com os enfeites que coloca nos presentes: O seu gato pode facilmente começar a brincar com eles e engoli-los, se estes forem pequenos o suficiente para caber na boca do gato. Caso os engula, pode provocar asfixia e colocar em risco a vida do felino. Ganchos e fios para segurar enfeites também são perigosos quando engolidos;
  • Velas: Um gatinho mais brincalhão, ou mais descuidado, pode derrubar velas que se estiverem acesas, facilmente iniciam um incêndio dentro de sua casa. Geralmente as velas acesas são um dos perigos principais quando se tem animais ou crianças em casa;
  • Depois de embrulhar os presentes, arrume bem todo o material: pois os gatos são muito curiosos e podem magoar-se com tesouras e outros objetos;
  • Atenção ao caixote do lixo: Se colocar papéis de embrulho, plásticos, fitas e outros objetos no caixote do lixo, certifique-se que o seu gato não consegue ir lá buscar. Um gatinho curioso não perde o rasto àquilo que lhe chama a atenção!

Festa de Natal e comida

Cuidados a ter com o seu gato no Natal

Fotografia: Ed Suominen

O Natal é a época em que a família se reúne e na qual se costumam dar grandes festas. Se é esse o seu caso, por mais que goste do seu gatinho, não o exponha a esse tipo de festas. Muitas pessoas juntas, gente desconhecida e barulho são coisas que vão deixar o seu animal de estimação com um nível de stress e de agitação muito elevado.

Opte por deixá-lo numa divisão quentinha, confortável e pouco barulhenta, com comida e água à disposição.

Por outro lado, se o seu Natal se resume a um jantar calmo com poucas pessoas, então não há problema nenhum. Se o seu gatinho está à vontade com as pessoas que estão presentes no jantar e se o ambiente estiver calmo, pode ficar a dormir sossegadinho ao pé da lareira ou a receber os miminhos bons dos amigos humanos.

Outro factor muito importante é a comida. O seu menino de patinhas de veludo apenas pode comer a comidinha dele. Nesta época natalícia pode comprar uma comida diferente e especial para ele, mas não lhe dê da sua comida. Como o seu gato não está habituado a esse tipo de comida, pode sentir-se mal.

Quanto aos doces, são absolutamente proibidos.

Por último, mas não menos importante, em algumas terras é frequente o uso de fogo-de-artifício para assinalar esta época tão bonita. No entanto, mantenha o seu gato o mais afastado possível destes explosivos. O seu amigo felino vai ficar super assustado e agitado e pode até mesmo fugir de casa em pânico, magoar-se ou perder-se.

Lembre-se de que o Natal é uma época especial de família e de alegria. Por isso, para que o seu Natal não fique manchado por coisas menos boas, tome todas as precauções para que o seu gatinho tenha um feliz Natal.

Tópicos: Natal com Animais, Gatos, Animais de Estimação