Natal: Os Perigos Para os Animais

Perigos para os animais no Natal

Durante todo o ano, temos de ter algum cuidado com a curiosidade e com a gulodice dos nossos animais de estimação. Mas é no Natal que este cuidado tem de ser redobrado.

O queijo da serra, a planta Estrela do Natal, os enfeites colocados no pinheiro e as fitas das presentes, são alguns dos elementos desta quadra a ter em atenção, quando em nossa casa temos um cão e/ou um gato.

Depois de construirmos a nossa árvore de Natal há que ter em atenção vários possíveis perigos.

A médica veterinária, Cristina Gomes, da clínica Portas da Maia, elucida que os enfeites podem “partir e ferir o seu animal de estimação” e as luzes do pinheiro, que tanto atiçam a curiosidade de um cão ou de um gato, “podem provocar um choque elétrico”.

Também a planta Estrela do Natal é perigosa – já nos têm avisado os e-mails recebidos – porque, confirma a especialista, “pode causar transtornos gastro-intestinais”.

As fitas dos embrulhos e as meias onde se colocam as prendas podem causar perigo para o seu cão ou gato. Se engolidas, avisa Cristina Gomes, podem também causar “graves transtornos gastrointestinais, que, em casos extremos, podem ser fatais”.

A nível alimentar, necessita de estar atento à curiosidade do seu cão ou gato em relação ao queijo da Serra, pois o mesmo tem “uma dose excessiva de gordura que sobrecarrega o tracto digestivo do animal”.

“Dependendo da dose ingerida pode causar desde diarreias até transtornos que obrigam a uma visita ao médico veterinário”, sublinha a veterinária. Também os doces são evitar, pois têm “uma dose excessiva de açúcar que um animal não tem capacidade a nível metabólico de controlar”.

“Uma dose excessiva pode colocar em risco a vida do seu animal de estimação”, avisa.

E porque só temos dois olhos, mais vale prevenir, do que remediar.

E como podemos prevenir?

Como dona, posso aconselhar manter, tanto quanto possível, o animal de estimação longe das gulodices e traquinices natalícias, que tantas novidades trazem.

Por exemplo, impeça o acesso do seu cão ou gato à árvore de Natal ou aos embrulhos enquanto está ausente da divisão da casa onde estes se encontram.

Quando estiver presente, esteja atento ou distraia o seu animal de estimação com os brinquedos habituais. Mal sejam desembrulhadas as prendas, coloque todo o papel e as fitas num saco plástico e mantenha-o longe do seu animal de estimação, para evitar possíveis perigos.

Este artigo foi originalmente publicado na Edição nº 22 da Revista Mundo dos Animais, em Dezembro de 2011, com o título “Natal: Os Perigos Para os Animais”.

Tópicos: Natal com Animais, Animais de Estimação