Exemplar Gigante de Trilobite Minúscula em Portugal

Trilobites em Portugal

Fotografia: Artur Sá

O fóssil de uma nova espécie de trilobite, com mais de 445 milhões de anos, foi encontrada em Mação e representa o maior exemplar alguma vez encontrado em todo o mundo deste género de trilobites.

O professor Artur Sá, do Departamento de Geologia da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), revelou que se trata de “uma trilobite gigante para este género Panderiae (…) cinco vezes superior às até hoje conhecidas cientificamente”.

A trilobite encontrada tem apenas 5 centímetros, mas pertence a um género de trilobites milimétricas que raramente atingiam 1 centímetro de comprimento.

Portugal é, de resto, o país onde se encontram as maiores trilobites conhecidas, incluindo uma com 86 centímetros de comprimento, largamente superior ao limite de 30 centímetros que a maioria das descobertas apresenta.

Este gigantismo pode ser explicado pela localização geográfica: há 450 milhões de anos atrás, estas regiões estavam submersas, pertíssimo do pólo sul, pelo que ocorreu um fenómeno chamado gigantismo polar, algo que nos dias de hoje se pode verificar em muitos artrópodes.

Artur Sá já tinha descoberto também, em 2008, fortes evidências em como as trilobites eram um animal social, devido ao aparecimento comum de aglomerados de trilobites juntas nas rochas (como na imagem acima, captada pelo investigador).

Tópicos: Animais Pré-Históricos