Foto-Reportagem: Belezas Selvagens Que Nos Passam ao Lado

Chapim-real (Parus major)

Sempre tive uma enorme paixão por animais, sejam domésticos ou selvagens.

Mas até há alguns anos atrás, acreditava que os magníficos e belíssimos animais que via nos documentários de vida selvagem existiam apenas em países longínquos.

Foi graças à fotografia que acabei por explorar a vida selvagem que me rodeia e descobrir que também em terras lusitanas (e em alguns casos bem perto de minha casa) vivem animais selvagens belíssimos e que não imaginava ter por perto.

O mesmo se passa certamente com a maioria das pessoas, que convive diariamente com animais de rara beleza e que, pelos hábitos discretos destes animais ou por distração, mal se apercebe desta extraordinária fauna.

Desafio todos a conhecerem alguns dos mais belos animais que vivem no nosso país ou que nos visitam sazonalmente e a estarem mais atentos da próxima vez que passarem por um jardim, às margens de um rio ou uma floresta perto das vossas casas, porque ficarão agradavelmente surpreendidos com as descobertas que poderão fazer!

Fotos

Abelharuco-Comum (Merops apiaster)
Abelharuco-Comum (Merops apiaster)
O abelharuco-comum é uma ave estival em Portugal, conferindo um toque exótico ao nosso Verão com sua plumagem colorida.

Bico-de-Lacre (Estrilda astrild)
Bico-de-Lacre (Estrilda astrild)
É uma ave exótica originária da África subsariana, introduzida em Portugal na década de 1970, tendo estabelecido uma significativa população selvagem no país.

Borboleta Azul (Polyommatus icarus)
Borboleta Azul (Polyommatus icarus)
A borboleta-azul comum é uma pequena borboleta que voa de Maio a Setembro e cuja parte superior das asas do macho apresenta um belo azul brilhante.

Borboleta Cauda-de-Andorinha (Papilio machaon)
Borboleta Cauda-de-Andorinha (Papilio machaon)
É uma grande borboleta cujo par de caudas semelhante às das andorinhas no fundo das asas dá origem ao seu nome comum.

Chapim-real (Parus major)
Chapim-real (Parus major)
É um dos maiores chapim que habitam as nossas florestas e jardins.

Chapim azul (Parus caeruleus)
Chapim azul (Parus caeruleus)
Podemos encontrar facilmente este pequeno e colorido chapim em locais onde existam árvores, inclusivamente em jardins urbanos.

Cia (Emberiza cia)
Cia (Emberiza cia)
Ave típica de zonas montanhosas e rochosas, a cia distingue-se facilmente pela sua cabeça cinzenta com riscas pretas.

Dom-Fafe (Pyrrhula pyrrhula)
Dom-Fafe (Pyrrhula pyrrhula)
O dom fafe é uma ave discreta e difícil de observar, embora o macho tenha uma plumagem colorida e vistosa, predominante de um laranja vivo.

Doninha (Mustela nivalis)
Doninha (Mustela nivalis)
A doninha é o mais pequeno dos carnívoros da nossa fauna que, embora difícil de ver, habita em todo o nosso país.

Escrevedeira de garganta preta (Emberiza cirlus)
Escrevedeira de garganta preta (Emberiza cirlus)
É uma ave residente em Portugal facilmente identificável pelas riscas pretas e amarelas na cabeça.

Estrelinha-de-Cabeça-Listada (Regulus ignicapilla)
Estrelinha-de-Cabeça-Listada (Regulus ignicapilla)
É umas das aves mais pequenas da avifauna portuguesa e no Inverno o seu número aumenta significativamente com a chegada de algumas aves invernantes.

Guarda-Rios (Alcedo Atthis)
Guarda-Rios (Alcedo Atthis)
Muitas vezes observado como um raio azul a sobrevoar cursos de água, o guarda-rios é uma das aves mais coloridas da avifauna portuguesa.

Pica-Pau-Malhado-Grande (Dendrocopos major)
Pica-Pau-Malhado-Grande (Dendrocopos major)
É uma espécie típica de zonas florestais que pousa nos troncos das árvores, onde se alimenta.

Poupa (Upupa epops)
Poupa (Upupa epops)
A poupa é uma ave inconfundível pela sua poupa, pelas cores da sua plumagem e pela sua vocalização mais ou menos semelhante ao cuco.

Acompanhe os trabalhos fotográficos da Tânia no seu website, também no seu blog e galerias no Flickr.

Tópicos: Fotos de Animais Selvagens, Animais Selvagens, Fotografia Animal, Artigos em Destaque