Jandaias

Jandaias amarelas (Aratinga solstitialis)

Jandaias amarelas (Aratinga solstitialis) | Fotografia: Frederico Lisboa

Classificação científica:

  • Reino: Animalia
  • Filo: Chordata
  • Classe: Aves
  • Ordem: Psittaciformes
  • Família: Psittacidae
  • Género: Aratinga
  • Espécies: Aratinga solstitialis, A. jandaya, A. maculata, A. auricapilla, A. nenday e A. weddellii

Comprimento: 30 centímetros
Peso: 130 gramas
Longevidade: 30 anos
Maturidade: 2 a 3 anos
Incubação: 24 dias
Postura: 3 a 4 ovos

Jandaia amarela (Aratinga solstitialis): Cabeça amarela e laranja prolongando-se por toda a parte inferior e asas, misturado com algum verde na ponta das asas e rabo.

Jandaia verdadeira (Aratinga jandaya): Apenas com a cabeça e partes inferiores laranja, tendo o manto verde.

Não há diferenças externas aparentes entre machos e fêmeas, a certeza dos sexos apenas ser determinada através de um exame endoscópico.

As jandaias criadas pelo ser humano são extremamente dóceis e muito afectivas ao seu dono. Brincalhonas e dignas de boas habilidades.

Adoram roer objectos; por conseguinte, deve dar-lhes, galhos frescos de salgueiro, mas tenha em consideração que qualquer objecto quebrável que exista no aviário será efectivamente “transformado”.

São aves muito ruidosas, mas se criadas à mão tendem a ser um pouco menos barulhentas. Também gostam de tomar banhos, deve colocar diariamente no chão do aviário uma tina de cerâmica com água fresca, ou se preferir borrifa-los nos dias mais quentes.

Devem ser alimentados à base de uma mistura de sementes própria para aves de médio porte ou ração comercial adequada para estas aves, facilmente adquirida em lojas especializadas., bem como um sortido diário de frutos frescos e de vegetais.

Mais informação: Psitacídeos – Tudo o que precisa de saber

Este artigo foi originalmente publicado na Revista nº5 do Mundo dos Animais, em Fevereiro de 2008, com o título “Aratingas / Conures”.

Tópicos: Aves Exóticas, Aves, Animais Exóticos, Animais de Estimação