Antes de Adquirir um Yorkshire: O que Deve Saber

Yorkshire Terrier

Fotografia: choco@Nerima

A personalidade dos yorkshires vem a cada dia conquistando mais e mais pessoas, já que são animais favoráveis a qualquer ambiente, independentes, calorosos, sociáveis, amistosos e com sua aparência digna da realeza, que os tornam atrativo para qualquer um que se depare com eles.

Olá meus queridos, meu nome é Leila Mazza e estarei aqui para dividir o que aprendi ao decorrer do convívio, pesquisas, estudos e especializações com todos aqueles que se declaram encantados amantes da raça.

Ao decorrer de nossos encontros, falarei de como os criadores devem agir e compradores devem se conscientizar sobre sua aquisição.

Afinal de contas, independente de qual lado estamos, temos de ter ciência que ambos estarão convivendo, ensinando e principalmente aprendendo demais com esses pequenininhos. Em perfeitas condições de saúde, temperamento e características, todas as partes envolvidas (criador, proprietário e cão ) estarão em harmonia.

Antes de qualquer decisão, a pessoa interessada em adquirir um yorkshire terrier, tem que ter a consciência que não estará apenas adquirindo um belo cão: é necessário entender temperamento, comportamento e características da raça para poder tomar uma decisão correta se realmente é esta raça que seja compatível com o seu perfil e cotidiano.

O criador tem de obrigação de passar todas as informações cabíveis e também moderar se realmente essa pessoa interessada tem a necessidade de ter um cão com trejeitos dos yorkshires, ou não.

Mas para facilitar esse processo… eis-me aqui!

Mesmo sendo encantada pela raça e todas suas peculiaridades, nessa pauta, serei o mais honesta e sincera possível tanto em anunciar as qualidades da raça (que são muitas), até denunciar o que poderá desagradar a alguns.

Yorkshire Terrier

Fotografia: choco@Nerima

Os yorks são cães amorosos, delicados, cuidadosos com seus donos. Ele não declara uma pessoa da família como dono mas sim a todos de seu convívio.

Porém a palavra “dono” é meio complexa numa relação entre yorkshire e humano. Devido ao seu instinto aguçado de liderança, se não estão brigando por sua posição de líder numa matilha, com certeza estará usando seus trejeitos para liderar seus donos.

Ou seja, nesse caso, se os proprietários não observarem continuamente as tentativas incessantes de seu yorkinho para conseguir a liderança, por muitas vezes será entendido como “dono” da família o mascote.

Justamente por isso, sempre colocarei a palavra dono entre aspas, pois essa palavra nessa situação será bem relativa mesmo.

Quando se é falado que os yorkshires estão na escala de 27º de inteligência canina, não se deixe levar e achar que seu pequenininho é falto de entendimento.

Por mais que seja verdadeira essa informação, os yorkshires conseguem manipular seus “donos” pelo noção sensitiva deles, ahh! Isso sim é bem aguçado nesses mocinhos!

Já houve relatos que a raça yorkshire é a única com trejeitos humanos… calma! Não imagine que em qualquer dia vocês verão seus pequenininhos lendo um jornal e comentando sobre o mundo das celebridades pets. Essa informação se refere à sintonia perfeita que esses pequenos, de longa madeixa, tem com seus “donos”.

É comum ouvir relatos de cães que castigam seus donos com cocó e xixi, mas os yorks vão além disso: ao conviver com você, ele vai percebendo seus pontos fracos e quando menos imaginamos, eis que ele faz das suas, desde acabar com sua gaveta preferida de meias, até ir até sua bolsa e querer estraçalhar seu celular (se você é afixionado em falar ao tel sempre que esta perto dele).

Tudo isso porque, em exemplo, você levou-o para aquele tenebroso lugar onde há aquele tenebroso grandalhão que aplica aquela tenebrosa injeção…

…mas também há a delicadeza que ele tem ao saber que você não está bem de saúde, por exemplo, então ele passa o tempo todinho com você e te agradando, querendo lhe dar seu tão querido celular… essa raça é demais!

Yorkshire Terrier

Fotografia: christophwarner

Quando falamos yorkshire terrier, muitas vezes achamos que é apenas um nome bonito para combinar um cão tão belo, mas não é bem assim. Chamam-se yorkshire porque eles foram reconhecidos pela primeira vez, no Condado de Yorkshire (mas isso é para outra pauta) e o terrier quer dizer segurança.

Agora há aqueles que perguntarão: mas para que servirá um “toco” de cão para ser segurança de minha família?

No caso de yorkshires, essa “segurança” não será uma questão de ataque, mas por algo que ainda não foi desvendado na comunicação canina: esses cães tendem a ser respeitados por cães como pitbull ou rottweiler, porque os maiores entendem que os pequenininhos, ainda que valentes, não são cães que lhes provoquem algum instinto de agressão.

Então, será muito fácil os “donos” de yorkshire ver seus pequenos latindo incessantemente para os grandalhões e esses, por sua vez, olhar, cheirar e ignorar.

Mas o que muitos não sabem é que esse pequenininho está querendo dizer que não é para o grandalhão mexer com a família dele, principalmente se tiver crianças, pois os yorkshires amam e se sintonizam com crianças (outro assunto, para outra pauta).

Os yorkshires têm instinto de cão de guarda. Se todos estão dentro de casa e o yorkshire ouve algum cão, as orelhinhas em pé ficam mais em pé ainda. Vão a cada cómodo ver cada integrante da família, quando percebe que todos estão em segurança, não latem ou fazem nada, apenas voltam para a sua caminha e dormem.

Ou seja, você que é um dono ou mascote de um yorkshire terrier, fique tranquilo, você sempre estará seguro!

Tem como não se encantar com essas preciosidades!?

Seguinte: Depois de Adquirir um Yorkshire: O que Deve Saber

Tópicos: Raças de Cães, Cães, Animais de Estimação, Artigos em Destaque