Raças de Cães Pequenos

Se anda à procura de um cão para ter no seu apartamento, provavelmente o melhor será optar por raças de cães pequenos. Porquê? Porque devido ao seu tamanho, sentem-se mais confortáveis e comparativamente ao seu tamanho, os cães de pequeno porte têm mais espaço que um cão de porte médio ou grande.

Mas não espere que por ter um cão pequeno, não vai ter trabalho! Antes de pensar ter um cão, independentemente da raça ou do porte, lembre-se que ele tem de ir à rua diariamente, tem de levar vacinas, um microchip e viverá muitos anos, o que significa que terá de o levar consigo nas férias ou arranjar quem tome conta dele e que vai sempre gastar dinheiro em comida e veterinário.

Existem diversas raças de cães pequenos, cada um com suas particularidades. Os cães de raça pequena podem ser de dois tipos: cães miniatura (ou cães muito pequenos) e cães pequenos. Um dos mais pequenos é o Chihuahua:

Chihuahua

Chihuahua

Foto: alldog360.blogspot.com

Com 15 a 23 centímetros de altura e um peso que varia entre o meio quilo e os três quilos, são cães que apesar da sua diminuta estatura têm uma personalidade muito marcada.

Adoram ser o centro das atenções, para receberem amor e carinho de todos os que o rodeiam. Por sua vez, retribuem esse carinho com um amor e uma fidelidade incondicionais, protegendo os seus donos e as áreas que consideram suas. Por esse motivo, são muitas vezes embirrantes, ladrando e mordendo quando se sentem ameaçados.

Apesar do seu diminuto tamanho, devem ser muito bem-educados de modo a evitar os comportamentos agressivos. São cães extremamente inteligentes e muito brincalhões, pelo que deve desafia-los diariamente para uma boa dose de brincadeira.

Os chihuahuas são muito friorentos, com tendência a tremer de frio. Por isso, quando saem de casa nos dias mais frios deverão estar bem agasalhados com roupa própria, à venda em lojas de animais. A nível de cuidados de higiene, não são cães muito exigentes. Uma escovagem semanal e um banho mensal são suficientes para manter o pêlo lustroso e saudável. Ocasionalmente deverá limpar-lhe os dentes, para evitar a formação de tártaro.

Pinscher miniatura

Pinscher miniatura

Foto: zwergpinscher-kobolde.de

O Pinscher miniatura, muitas vezes confundido com o Chihuahua, tem entre 25 e 30 centímetros e pesa entre quatro a seis quilos.

São alegres, irrequietos e adoram desafiar outros cães, mesmo os muito maiores que eles. São muito teimosos, portanto têm de ter um dono firme, que saiba impor respeito. Por terem pouca paciência, deverão estar vigiados quando estiverem perto de crianças que os possam incomodar.

A nível de cuidados de higiene, o banho deve ser substituído por uma escovagem semanal para retirar os pêlos solto e manter a pelagem em boas condições, sem que a pele perca a sua oleosidade natural.

Caniche Toy (Poodle)

Caniche toy

Foto: doplim.com.ar

O caniche toy, outra das raças muito pequenas, tem entre 24 e 28 centímetros de altura, pesa três a quatro quilos e, apesar do seu reduzido tamanho, têm uma esperança média de vida muito alta: vivem mais de 15 anos.

Têm o pêlo longo, encaracolado e denso e pode ter seis cores sólidas. Ao contrário de muitas outras raças, os caniches não perdem muito pêlo, o que normalmente é uma vantagem para os donos, se bem que a sua manutenção é mais exigente que a dos chihuahuas: deverá tomar banho e ser tosquiado com maior frequência para que o pêlo se mantenha limpo e saudável.

Os caniches são considerados a segunda raça de cães mais inteligentes, o que os torna excelentes para donos inexperientes, pela facilidade que existe em treiná-los. São muito activos e alerta, têm um bom temperamento e são alegres e leais. Mas apesar desta facilidade de treino, são cães exigentes e orgulhosos que devem ser estimulados física e mentalmente todos os dias.

Pug

Pug

Os pugs são outra das raças mais pequenas. Pesam entre seis a oito quilos e são cães curtos e baixos, mas robustos. A sua alimentação deve ser bem regrada, pois têm tendência à obesidade. Por esse motivo devem também ser bastante exercitados, necessitando de brincadeira diária.

A nível de higiene, deve-se ter especial cuidado ao limpar as suas rugas, para prevenir fungos e parasitas. Por terem o focinho achatado, as suas vias respiratórias são mais estreitas, o que dificulta a sua respiração, principalmente nos dias mais quentes.

São cães inteligentes, equilibrados, um pouco teimosos, mas que fazem imensa companhia e que adoram receber mimos dos donos. São extremamente sociáveis e não gostam de estar sozinhos, portanto são ideais para quem muito tempo para lhes dedicar.

Yorkshire Terrier

Yorkshire Terrier

O Yorkshire Terrier é uma das raças mais famosas de cães pequenos. Por ter uma pelagem longa, a escovagem deverá ser diária. São meigos, alegres e inteligentes com os donos, mas não costumam gostar de estranhos.

Teckel

Teckel

O Teckel, o tão famoso “salsicha”, ainda se enquadra nos cães de raça pequena. Tal como o Pug, tem tendência para a obesidade, devendo ser muito exercitado com corridas, coisa que, apesar de não parecer, adoram. Deve também ser controlada a agressividade, pois são cães que dão dentadas muito fortes, mesmo tendo um diminuto tamanho.

Existem outras raças de cães pequenos, como o Lulu da Pomerânia, ou o Bulldog Francês, que, tal como todos os outros, têm particularidades comportamentais e cujos cuidados de higiene são mais específicos para a sua raça.

Não se esqueça que todos os cães, independentemente do tamanho, necessitam de atenção, carinho, passeios diários e uma boa dose de brincadeira, de modo a manterem-se saudáveis e serem mais felizes.

Tópicos: Raças de Cães, Cães, Animais de Estimação, Artigos em Destaque