Fotos: Os Animais Bebés Mais Recentes nos Zoos

Cavalo-de-przewalski (Equus ferus przewalskii)

Fotografia: Prague Zoo

Os programas de reprodução de animais ameaçados de extinção, a terem lugar maioritariamente nos zoos um pouco por todo o mundo, são essenciais na conservação das espécies em risco.

Ao mesmo tempo, proporcionam aos visitantes e curiosos a possibilidade de observaram os animais bebés de diversas espécies, sensibilizando-se assim também para o esforço conjunto que o ser humano tem de fazer para proteger os animais.

Neste artigo, vamos apresentar-lhe as últimas novidades no que concerne aos novos habitantes de vários zoológicos internacionais e falar um pouco sobre as respetivas espécies.

Lóris-preguiçoso-pigmeu na Moody Gardens

Lóris-preguiçoso-pigmeu (Nycticebus pygmaeus)

Fotografia: Moody Gardens

O lóris-preguiçoso-pigmeu (Nycticebus pygmaeus) é um animal raro. Estes dois gémeos nasceram no passado dia 13 de Junho na Moody Gardens, membro certificado da Association of Zoos and Aquariums (AZA), que participam em conjunto na Species Survival Plan (SSP). O nascimento destes dois pequenos é um grande passo para a sobrevivência desta espécie de primatas, que podem ser encontrados nas florestas tropicais do Vietname, Laos, China e Camboja. A guerra do Vietname praticamente os dizimou e, hoje, a desflorestação contínua permanece como forte ameaça a estas e outras espécies.

Panda-vermelho (subespécie rara) no NEW Zoo

Panda-vermelho de uma subespécie muito rara (Ailurus fulgens refulgens)

Fotografia: NEW Zoo

Nasceu um panda-vermelho de uma subespécie muito rara (Ailurus fulgens refulgens) e ameaçada de extinção, no NEW Zoo, no passado dia 12 de Junho, ao abrigo dos programas da AZA e SSP. Em todo o mundo existem apenas 18 zoos com esta subespécie, totalizando 57 indivíduos em cativeiro. A reprodução deste animal é complicada, pois as variações no peso afetam a fertilidade e os machos parece terem uma “velhice reprodutiva” se não cruzarem antes dos 12 / 13 anos de idade.

Flamingo-chileno no Paignton Zoo

Flamingo-chileno (Phoenicopterus chilensis)

Fotografia: Paignton Zoo

Este flamingo-chileno (Phoenicopterus chilensis) bebé nasceu no Paignton Zoo, dia 21 de Julho, e está a ser criado à mão pelos tratadores do zoo, após o seu ovo ter sido abandonado pelos pais. Tal como o nome indica, os flamingos-chilenos podem ser encontrados no Chile, mas também no Peru, Bolívia, Uruguai, Paraguai, Argentina e Sul do Brasil. A espécie está classificada como perto de ameaçada.

Leopardos-nebulosos no Point Defiance Zoo

Leopardo-nebuloso (Neofelis nebulosa)

Fotografia: Point Defiance Zoo

Lembra-se destes dois leopardos nebulosos bebés? Os pequenos nascidos no Point Defiance Zoo foram batizados no passado dia 28 de Julho: o menino chama-se “Taji”, que significa “irmão mais novo” em birmanês e a menina chama-se “Sumalee”, que significa “flor” em tailandês. A Tailândia é o habitat nativo dos leopardos-nebulosos (Neofelis nebulosa), que se encontram em perigo de extinção.

Um vídeo destes meninos:

Walabi no Zoo Budapest

Walabi (Macropus eugenii)

Fotografia: Zoo Budapest

Este pequeno walabi (Macropus eugenii) está a ser criado à mão pelos tratadores do Zoo Budapest. Infelizmente, no dia 13 de Março, quando tinha apenas 5 meses, caiu da bolsa da sua mãe e foi impossível voltar a colocá-lo lá. Agora, o pequeno Frodo Baggins, como foi chamado, tem 9 meses e o processo de criar à mão quase completo. Durante o dia, convive com os outros walabis do zoo. À noite, dorme numa bolsa artificial como a que se vê na imagem. Apesar de já comer comida sólida, continua a ter direito ao seu biberão de leite 4 vezes por dia.

Cavalo-de-przewalski no Prague Zoo

Cavalo-de-przewalski (Equus ferus przewalskii)

Fotografia: Prague Zoo

O Prague Zoo deu as boas-vindas ao 216º cavalo-de-przewalski (Equus ferus przewalskii) a nascer lá, dia 1 de Agosto, sendo o zoo com maior e mais longo historial de reprodução desta espécie que quase desapareceu do planeta — o cavalo-de-przewalski foi declarado extinto na natureza em 1968, mas os programas de reprodução foram capazes de o reintroduzir e é um dos casos de sucesso na reintrodução de espécies em risco.

Fenecos no Safari West

Feneco (Vulpes zerda)

Fotografia: Safari West de Santa Rosa

Nasceram 2 fenecos (Vulpes zerda), também conhecidos como raposas-do-deserto, no Safari West de Santa Rosa, Califórnia. Os fenecos adultos têm orelhas particularmente grandes e desproporcionais (a sério), que os ajudam a caçar insetos e pequenos roedores durante a noite, período que preferem para caçar.

Raríssimo lémure-do-alaotra no Marwell Wildlife

Lémure-do-alaotra (Hapalemur griseus alaotrensis)

Fotografia: Marwell Wildlife

O lémure-do-alaotra (Hapalemur griseus alaotrensis) é uma das espécies mais ameaçadas do Madagáscar, sendo apenas encontrados nos canaviais do lago Alaotra, no Madagáscar. O Marwell Wildlife, que pertence ao programa de conservação desta espécie, celebra agora o nascimento de um bebé, cujo sexo ainda se desconhece – os tratadores têm de manter a distância para que o ambiente seja o mais natural possível para estes animais.

Um vídeo deste pequeno lémure assim como outros bebés do Marwell Wildlife:

Chitas no Chester Zoo

Chita (Acinonyx jubatus soemmeringii)

Fotografia: Chester Zoo

O Chester Zoo viu nascer a primeira ninhada de chitas no seu espaço, no final de Junho, pertencentes a uma subespécie rara (Acinonyx jubatus soemmeringii) da qual não existem mais de 250 indivíduos em ambiente selvagem. Os 4 bebés deram recentemente os seus primeiros passos no exterior e estão todos bem de saúde, assim como a mãe.

Família de suricatas no Port Lympne

Suricatas (Suricata suricatta)

Fotografia: Port Lympne Wild Animal Park

Tiggs, a matriarca da família de suricatas (Suricata suricatta) do Port Lympne Wild Animal Park, no Reino Unido, voltou a ter uma ninhada: em Abril já tinha dado à luz 3 bebés e agora, dia 28 de Junho, voltou a acrescentar elementos à família. Tiggs foi, ela própria, criada à mão pelos tratadores devido a doença, pelo que a satisfação de a ver tão forte, saudável e boa mãe, tem um significado especial para as pessoas que com ela convivem no Wild Animal Park.

Gato-de-pallas no Cincinnati Zoo

Gato-de-pallas (Otocolobus manul)

Fotografia: Cincinnati Zoo & Botanical Garden

Três pequenos e saudáveis gatos-de-pallas — dois meninos e uma menina — nasceram no dia 8 de Junho no Cincinnati Zoo & Botanical Garden. O gato-de-pallas (Otocolobus manul) é nativo da Ásia Central e está considerado como perto de ameaçado devido ao contrabando, à perda de habitat e aos programas de controlo dos pequenos roedores. Estes pequenos nasceram através de um procedimento de inseminação artificial levado a cabo pelos cientistas do Cincinnati Zoo’s Center for Conservation and Research of Endangered Wildlife (CREW), sendo a primeira vez que se utilizou esta técnica reprodutiva nestes animais.

Papagaio-do-mar no The National Aquarium

Papagaio-do-mar (Fratercula spp.)

Fotografia: The National Aquarium

O The National Aquarium viu nascer o terceiro papagaio-do-mar (Fratercula spp.), depois dos pais Victor e Vixen já terem presentado com um bebé em 2006 e outro em 2010. No passado dia 28 de Junho, nasceu o pequeno da foto com 40 gramas, peso que duplicou 8 dias depois. Apenas uma semana depois, outro casal, Tex e Kingster, produziram outro bebé, o que faz de 2011 o primeiro ano em que nasce mais do que um papagaio-do-mar no Aquarium.

Aqui fica um vídeo:

Preguiça bebé no Bristol Zoo

Preguiça bebé

Fotografia: Bristol Zoo

Esta pequena preguiça chamada Sidone é uma sobrevivente. A mãe, Light Cap, ficou doente pouco depois de dar à luz e teve de ser transportada para um centro veterinário. Quando recuperou e regressou para junto da cria, já não produzia leite suficiente e não era capaz de sustentar a bebé nessas condições. Então, os tratadores do Bristol Zoo criaram a pequena à mão a partir desse momento e hoje, já com 4 meses de idade (e 4 vezes mais pesada), Sidone é uma prova de que o esforço valeu bem a pena. De acordo com os tratadores, ela adora pessoas e a oportunidade de criar à mão um animal destes é fantástica, apesar de ser um último recurso, como foi o caso.

Um vídeo da menina:

Tópicos: Animais em Zoos, Conservação, Fotos de Animais Selvagens, Fotografia Animal