Sapo Arco-Íris Regressa 87 Anos Depois

Sapo Arco-Íris (Ansonia latidisca)

Fotografia: Indraneil Das

Desde 1924, nunca mais ninguém tinha visto esta espécie, tanto colorida quanto tóxica.

Em 2010, o sapo-arco-íris (Ansonia latidisca) foi incluído na lista dos 10 anfíbios mais procurados em todo o mundo, pela Conservation International e pela IUCN.

Neste Verão (2011), a esperança de o vir a encontrar novamente venceu e aqui está ele, no primeiro registo fotográfico de sempre (até aqui era apenas conhecido através de ilustrações a preto e branco):

Sapo Arco-Íris (Ansonia latidisca)

Fotografia: Indraneil Das

Sapo Arco-Íris (Ansonia latidisca)

Fotografia: Indraneil Das

Sapo Arco-Íris (Ansonia latidisca)

Fotografia: Indraneil Das

Anteriormente, apenas conhecíamos a espécie através desta ilustração:

Sapo Arco-Íris (Ansonia latidisca)

Crédito: Reproduced in Inger (1966), Fieldiana Zoology.

O sapo-arco-íris foi redescoberto na Indonésia por uma equipa liderada pelo ecologista Indraneil Das, após vários meses de pesquisa. Na verdade foram encontrados três indivíduos, um macho adulto, uma fêmea adulta e um juvenil, no topo de uma árvore, que habitam.

A localização exata da espécie será mantida em segredo, para evitar que sejam apanhados por contrabandistas.

Tópicos: Rãs e Sapos, Anfíbios, Animais em Extinção, Conservação, Animais Selvagens