Imagens da Semana: 16 – 22 Maio 2015

A luta no terreno pela conservação do orangotango-de-sumatra, ciclovias (ou patovias) para patos e uma vitória importante para os golfinhos no Japão, são alguns dos destaques no mundo dos animais desta semana, onde também assistimos a um terrível derrame de petróleo que atingiu com gravidade inúmeros animais marinhos.

A rubrica experimental Imagens da Semana teve inicio na semana passada e, na edição desta semana, procuramos complementar melhor cada uma das fotografias com ligações para conhecer melhor sobre cada um dos assuntos e notícias em questão. Deixe-nos o seu feedback através do facebook, twitter ou por email.

Tartaruga com bico em 3D

Fotografia: BTech Innovation

Uma tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta) antes e depois de receber uma mandíbula prostética impressa em 3D, na Turquia.

A tartaruga foi encontrada quase sem vida, depois de uma hélice de um barco lhe ter arrancado uma grande parte da mandíbula. A prótese, desenvolvida pela BTech Innovation, tem como objetivo permitir à tartaruga voltar a conseguir alimentar-se sozinha, para que possa ser devolvida à natureza.

Caranguejo morto devido a derrame de petróleo

Fotografia: Jonathan Alcorn / Greenpeace

Um caranguejo morto pelo derrame de petróleo da passada Terça-feira, 19 de Maio, no Estado norte-americano da Califórnia.

Pelo menos oitenta mil litros de petróleo foram derramados ao longo da costa do Pacífico. A rotura foi entretanto resolvida, mas diversos animais marinhos e aves foram vítimas do derrame.

Vítimas do derrame de petróleo na Califórnia

Fotografia: Lara Cooper / Noozhawk.com via Reuters

Derek Fisher, à esquerda, segura a tshirt de Steven Botello enquanto este tenta resgatar uma ave encharcada em óleo na Praia Estadual de Refugio, a primeira a ser atingida.

Vítimas do derrame de petróleo na Califórnia

Fotografia: Chris Carlson / Associated Press

Veterinários e voluntários da International Bird Rescue tentam limpar um pelicano atingido pelo derrame.

Vítimas do derrame de petróleo na Califórnia

Fotografia: Seaworld via Reuters

A equipa do SeaWorld San Diego a tratar um leão marinho, também atingido pelo derrame.

Leopardo-nebuloso bebé

Fotografia: Point Defiance Zoo and Aquarium

Um dos quatro bebés de leopardo-nebuloso nascidos no Point Defiance Zoo and Aquarium, no Estado de Washington, EUA.

Inicialmente os bebés ficaram ao cuidado da mãe, mas uma posterior rejeição levou o staff do zoo a alimentá-los à mão até que sejam capazes de se alimentar sozinhos. Veja um vídeo da alimentação dos pequenos.

Gorila-do-ocidente bebé

Fotografia: Mark Kolbe / Getty Images

Um bebé gorila de uma subespécie (Gorilla gorilla gorilla) do gorila-do-ocidente (Gorilla gorilla), nascido no Taronga Zoo ao abrigo de um programa de reprodução.

Os gorilas estão ameaçados de extinção e desta subespécie em particular restam cerca de 100 mil animais na natureza. Os principais perigos são a caça furtiva, tráfico de animais, desflorestação e mineração ilegal. A disseminação de doenças infecciosas, como o Ébola, também estão a ameaçar estes animais.

Lesma-do-mar

Fotografia: ROBERT BOLLAND

Uma nova espécie de lesma-do-mar (Phyllodesmium acanthorhinum), selecionada pelo comité internacional de taxonomistas da ESF para o top 10 das novas espécies de 2015.

Esta lesma de cor e padrão excecionalmente belo pode ser um “elo perdido” entre as lesmas-do-mar que se alimentam de hidroides e as que se especializaram em corais. A espécie mede entre 17 e 28 milímetros e vive nas ilhas japonesas.

Corredores para patos

Fotografia: Getty Images

Patos a caminhar num dos corredores criados especialmente para eles, à semelhança das ciclovias para as bicicletas. Será que podemos chamar-lhes patovias?

A iniciativa está a ser realizada nas cidades de Londres, Manchester e Birmingham e pretende encorajar as pessoas a tomar atenção aos animais que também utilizam os caminhos. Estes corredores têm silhuetas de patos pintados no chão para incentivar a partilha do espaço com os animais.

Golfinhos de Taiji

Fotografia: Sea Shepherd / EPA

Golfinhos a serem encurralados e capturados em Taiji, no Japão.

Os zoos e aquários japoneses acordaram por votação parar de adquirir golfinhos capturados em Taiji, onde ocorre o controverso massacre anual destes animais. A JAZA (Associação Japonesa de Zoológicos e Aquários) tinha sido ameaçada de expulsão da WAZA (Associação Mundial de Zoológicos e Aquários) caso a relação comercial com Taiji continuasse em vigor.

Tópicos: Imagens da Semana, Fotografia Animal