Imagens da Semana: 2 – 8 Outubro 2016

O belo sorriso de um macaco dril, o gato que celebrou uns incríveis 31 anos de idade e a improvável amizade entre um elefante e uma avestruz, são alguns dos destaques desta semana.

Dril (Mandrillus leucophaeus)

Fotografia: Kathy L. Wood, Tengwood Organization / via National Geographic

O encantador sorriso de um macaco dril, uma espécie de primata muito tímida e por isso, pouco conhecida. Parente do mandril e do babuíno, o dril (Mandrillus leucophaeus) habita uma pequena e remota área do continente africano, que abrange o estado de Cross River na Nigéria, o sudoeste dos Camarões e a ilha de Bioko. A área total do habitat destes primatas não ultrapassa os 40 mil quilómetros quadrados. A espécie encontra-se ameaçada de extinção.

Sorriso canino

Fotografia: Edgar’s Mission

Quem resiste a um belo sorriso canino? A Edgar’s Mission celebrou o Dia Mundial do Sorriso, na passada sexta-feira, com o sorriso contagioso do seu cão Ruby.

Urso bebé órfão

Fotografia: Alex Cearns

Um ursinho-malaio bebé, órfão, aos cuidados da organização Free The Bears, que o resgatou no Camboja após o ter encontrado sozinho. O pequeno urso perdeu a mãe, que morreu ao tentar protegê-lo perante caçadores furtivos. A história deste bebé é comum a muitos outros ursos, vítimas do tráfego ilegal que ocorre no país. O ursinho, que na verdade é uma fêmea, recebeu um nome apropriado ao seu diminuto tamanho mas grande coragem: Arya Stark.

Hirax no The David Sheldrick Wildlife Trust

Fotografia: The David Sheldrick Wildlife Trust / via Facebook

“Rax” é um hirax que não dispensa uma boa dose de miminho e atenção humana. Resgatado como um bebé órfão, foi acolhido pela The David Sheldrick Wildlife Trust, em Nairóbi, onde foi criado à mão e libertado na natureza. Mas o Rax regressa com frequência à sua antiga casa porque… mimo é mimo!

Burro em cama de rede

Fotografia: Screenshot Youtube

Não existem palavras para descrever a expressão de bem-estar deste burro. Mas pode ver aqui o vídeo.

Gato com os braços no ar

Fotografia: Screenshot Youtube / via The Dodo

O que motiva este gato a por os braços no ar? Boa pergunta, à qual nem os donos conseguem responder — e também não conseguem parar de rir, algo que lhe pode acontecer a si se assistir ao vídeo. Não existem dois gatos iguais, de facto.

Bando de leões

Fotografia: Great Plains Conservation / via Facebook

Uma amorosa fotografia de um bando de leões, onde estes majestosos felinos mostram a força das suas relações através da troca de afetos. Estes leões vivem em Duba Plains, no Botswana, África.

Baleia-jubarte mãe e filhote

Fotografia: Tony Wu / Wildscreen 2016

Duas baleias-jubarte, mãe e filhote, navegam juntos na imensidão azul dos oceanos, nesta fotografia de Tony Wu que faz parte da exposição Witness the Wild 2016. A relação entre mãe e filhote é fortíssima nestas baleias, algo que pudemos testemunhar ainda ontem, quando um filhote tentou libertar a mãe encalhada num banco de areia (vídeo). Os filhotes dependem exclusivamente da mãe para sobreviver durante os primeiros 10 meses de vida.

Ursos-pardos mãe e filhote

Fotografia: Aaron Baggenstos / 2016 National Geographic Nature Photographer of the Year

“Abraço de Urso” foi a descrição dada a este momento carinhoso entre dois ursos-pardos, mãe e filhote, pelo fotógrafo Aaron Baggenstos. A fotografia, tirada no Parque Nacional de Katmai, no Alasca, participa no concurso anual da National Geographic Nature Photographer of the Year (submissões abertas até 4 de Novembro, aproveite!).

Foca espreita fotógrafo

Fotografia: David Tipling / via The Guardian

Uma foca e o fotógrafo Patrick Barkham espreitam-se mutuamente em Blakeney Harbour, em Norfolk, Inglaterra.

Águia para o trânsito

Águia para o trânsito

Fotografias: Clearwater Police Department

Uma águia foi o centro das atenções ao parar o trânsito numa estrada principal em Clearwater, na Florida. Na verdade, a ave tinha sido atropelada quando tentava alimentar-se de uma carcaça e foi deixada na estrada com ferimentos na asa direita. A polícia e os bombeiros, juntamente com um especialista em recuperação de animais selvagens, resgataram a águia com sucesso, que foi levada para tratamento veterinário.

Reconstituição da Ave do Terror Titanis

Reconstituição da Ave do Terror Titanis

Fotografias: Blue Rhino Studio Design

O processo de reconstituição da ave pré-histórica Titanis, pelo Blue Rhino Studio Design. Titanis walleri era uma ave gigante, pertencente ao grupo das popularmente chamadas aves do terror — aves de grande porte, não voadoras e carnívoras, que surgiram após a extinção dos dinossauros e viveram até cerca de 1,8 milhões de anos atrás. A Titanis media cerca de 2,5 metros de altura e pesava 150 quilos. Nesta reconstituição, podemos ver uma cena de caça com uma Titanis walleri a perseguir uma manada de cavalos pré-históricos, Equus simplicidens.

Bando de gaivotas presas no centro do furacão Matthew

Fotografia: Youtube Screenshot

Imagens de satélite do furacão Matthew que permitiram descobrir algo pouco comum: um bando de aves, possivelmente gaivotas e outras espécies, preso no olho do furacão (a mancha verde para a qual o meteorologista Glenn Burns está a apontar, pode ser visualizado melhor no vídeo original). No olho de um furacão os ventos são muito mais lentos e é uma região relativamente calma, em contraste com a tempestade que o circunda, pelo que é possível as aves continuarem a voar seguras — até eventualmente se libertarem.

Cães terapeutas ajudam pacientes em Hospital

Fotografia: El País

Um cão terapeuta presta assistência aos utentes do Hospital de Torrejón, em Madrid, Espanha. Desde que iniciou a terapia com recurso a dois cães, o golden retriever Tango e o bichón maltês Ron, o Hospital de Torrejón já conseguiu aumentar em 80% a assistência a doentes esquizofrénicos e diminuir em 60% a medicação para a depressão. O contacto com animais é benéfico para a saúde, permitindo, entre muitas outras coisas, reduzir a ansiedade, a tristeza ou a sensação de solidão. Os cães, particularmente, entendem as nossas emoções como nenhum outro animal.

Gato celebra 31 anos de idade

Fotografia: Value Vets

Ele não é o nosso gato — nós somos os humanos dele e ele nunca nos deixa esquecer disso. Eu acho que esse é o segredo da sua longa vida.
— Ian Finlay, Chronicle Live

Um gato “super sénior” celebrou o seu 31º aniversário, um extraordinário exemplo de longevidade — apesar de já ser surdo de um ouvido e lhe restarem três dentes. Nutmeg, como se chama o felino, foi adotado há 26 anos quando apareceu no jardim daqueles que viriam a ser os seus donos, Liz e Ian Finlay. Na altura, o veterinário consultado afirmou que o gato já teria no mínimo cinco anos de idade, pela condição dos seus dentes. Caso fosse possível confirmar a data de nascimento, este gato com o equivalente a uns incríveis 141 anos humanos teria entrada direta no Guinness, onde o recorde para o gato mais velho do mundo é o de Scooter, com 30 anos.

Leopardo-das-neves fotografado no Quirguistão

Fotografia: Snow Leopard Foundation

Um raro leopardo-das-neves entusiasmou os conservacionistas ao ser fotografado por uma câmara de vigilância no Quirguistão, um pequeno país junto à fronteira noroeste da China, comprovando o sucesso dos esforços para fazer da região um espaço privilegiado para estes grandes felinos. Estima-se que existam apenas entre 3.500 a 7.000 leopardos-das-neves em todo o mundo, o que faz deles um dos grandes felinos mais ameaçados a seguir aos tigres.

Nova espécie de pika

Fotografia: Prasenjeet Yadav

Uma nova espécie de pika, um mamífero parecido com os coelhos, descoberta no leste dos Himalaias em Sikkim, na Índia. A pika-de-sikkim (Ochotona sikimeria), como foi batizada, é muito semelhante em aspeto à espécie que já era conhecida nos Himalaias, a pika-tibetana (Ochotona thibetana), mas um novo estudo genético demonstrou que os dois animais não são sequer parentes próximos.

Tubarão-raposa (Alopias vulpinus)

Fotografia: PEW

Um tubarão-raposa preso com uma linha de pesca nas barbatanas, algo que costuma acontecer com frequência e ameaça a sobrevivência destes animais. O tubarão-raposa (Alopias vulpinus) foi uma das espécies marinhas que ganhou nova proteção conservacionista na reunião da convenção mundial contra o tráfico de espécies, a CITES. Também conhecido como tubarão-indiana-jones, destaca-se pelo enorme comprimento da barbatana caudal em relação ao resto do corpo. A espécie encontra-se vulnerável (IUCN).

Borboleta interrompe gravações com koala

Fotografia: Symbio Wildlife Park / via Facebook

Uma borboleta interrompeu uma sessão de fotografia e filmagem com a koala Willow, no Symbio Wildlife Park na Nova Gales do Sul, Austrália. Os realizadores do vídeo sobre as iniciativas sustentáveis daquele parque tiveram de esperar; já a koala não pareceu ficar nada incomodada com a visita do inseto.

Abelhas protegidas

Fotografia: via Exame.com

Se as abelhas desaparecerem da face da Terra, então o homem só terá mais quatro anos de vida. Sem abelhas não há mais polinização, não há mais plantas, não há mais animais, não há mais homem.
— Albert Einstein

As abelhas foram colocadas pela primeira vez na lista de espécies em extinção, pelo US Fish and Wildlife Service (FWS). O desaparecimento progressivo das abelhas tem gerado grande preocupação, dada a enorme importância destes insetos no ecossistema — uma parte considerável do Reino Vegetal depende das abelhas para espalhar o seu pólen e, consequentemente, reproduzir-se. Pelo menos dois terços da nossa comida vem direta ou indiretamente de vegetais que necessitam das abelhas para se reproduzir.

Elefante e aveztruz são melhores amigos

Elefante e aveztruz são melhores amigos

Fotografia: The David Sheldrick Wildlife Trust / via Facebook

Jotto, o elefante bebé e Pea, a avestruz, dão-nos mais um belíssimo exemplo de como as amizades vêm em todas as formas e tamanhos. O pequeno elefante foi resgatado com apenas um mês de idade, depois de ter sofrido um acidente e separado da sua manada. No orfanato queniano da The David Shelldrick Wildlife Trust, onde foi acolhido e tratado, conheceu a avestruz Pea, resgatada em 2014 juntamente com o irmão Pod. Mas enquanto o irmão foi entretanto libertado na natureza, Pea sente-se completamente em casa junto dos elefantes e faz parte da manada.

Gato famoso ganha direito a estátua

Fotografia: Tombili / via Facebook

O famoso gato Tombili, que se tornou um meme da Internet com a sua pose relaxada nas ruas de Istambul, teve a sua memória eternizada com a construção de uma estátua no mesmo local onde costumava estar. Tombili morreu no passado dia 1 de Agosto.

Tópicos: Imagens da Semana, Fotografia Animal