Imagens da Semana: 23 – 29 Maio 2015

Um gato negro que está a ficar branco, a demonstração de humanidade da população de Austin e uma rinoceronte de quatro anos que é um exemplo de sobrevivência, são alguns dos destaques no mundo dos animais desta semana.

Deixe-nos o seu feedback sobre a rubrica Imagens da Semana através do facebook, twitter ou por email.

Animais salvos das inundações

Fotografia: STEVE SISNEY / ASSOCIATED PRESS

Um casal evacua os seus animais de estimação depois da sua casa ter ficado inundada pelas cheias em Purcell, uma cidade do estado norte-americano de Oklahoma.

Associação de animais inundada

Fotografia: Austin Pets Alive! | Facebook

Após uma grave inundação nas instalações do Austin Pets Alive, um abrigo de animais no Texas, EUA, os residentes uniram esforços e fizeram fila para resgatar os animais e abrigá-los temporariamente nas suas casas.

Todos os cães e gatos que se encontravam no abrigo foram acolhidos.

Coelho bebé salvo de incêndio

Fotografia: Bombeiros de Fão

Um coelho bebé salvo de um incêndio florestal na zona do Marachão, em Esposende, pelos Bombeiros Voluntários de Fão.

O pequeno coelho foi visto a fugir da mata com uma patinha a arder e foram-lhe prestados os cuidados médicos necessários. Assim que estiver totalmente recuperado, será devolvido ao seu habitat natural.

Homenagem ao Amigo, um cão comunitário

Fotografia: Mariana Fontana / Agência RBS

Homenagem ao Amigo, um cão comunitário que viveu durante 20 anos nas ruas da cidade de Santa Maria, no estado do Rio Grande do Sul, no Brasil.

A iniciativa de eternizar o Amigo foi da ONG Amigos dos Animais, com apoio da Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Santa Maria (Cacism), lembrando também todas as pessoas que conheceram e cuidaram do cachorro durante a sua vida.

Gato com vitiligo

Fotografia: Scrappy | Facebook

Scrappy, um gato de 17 anos de idade que nasceu todo preto e, nos últimos anos, está a tornar-se branco, o que lhe confere este padrão bastante invulgar.

Trata-se (possivelmente) de uma condição rara chamada vitiligo, que provoca a perda da pigmentação natural e que ficou famosa por ter afetado o famoso cantor Michael Jackson.

O Scrappy é um gato saudável e tem uma página no Facebook, onde pode ver várias fotografias.

Tigres brancos

Fotografia: Caters

Um tigre branco bebé dá uma turrinha brincalhona à sua mamã no Novosibirsk Zoo, na Rússia.

Os tigres brancos, ou tigres-de-bengala brancos, representam uma rara variação de cor resultante da falta de um pigmento chamado feomelanina, que confere a cor alaranjada aos tigres normais. É este mesmo pigmento que possibilita a existência de pessoas ruivas.

Apesar de existirem, muito raramente, tigres brancos na natureza, os tigres brancos que podemos observar em zoológicos são cruzados propositadamente para esse efeito, o que por vezes também leva a nascerem animais com deformações genéticas. É possível ver tigres brancos no Zoo de Lisboa.

Girafa com o pescoço em ziguezague

Fotografia: Caters

Uma girafa que ficou com o pescoço em forma de ziguezague, depois de ter sofrido um grave acidente enquanto era pequena.

Sem cuidados médicos, ninguém esperava que a girafa sobrevivesse com a deformação, mas o instinto de sobrevivência foi mais forte e o animal já tem cinco anos de idade, aparentemente sem problemas de saúde.

Vive no Serengeti, no norte da Tanzânia e apesar de algumas dificuldades em chegar ao alimento mais alto, é tratada como igual pelas outras girafas.

Elefante com bota especial

Fotografia: Elephant Nature Park

O pequeno elefante Khun Dej, resgatado pelo Elephant Nature Park, com uma bota especialmente desenhada para proteger a sua pata ferida de infeções.

O santuário resgata e protege elefantes asiáticos na Tailândia, animais que foram capturados na natureza para servirem de atração turística depois de serem agressivamente treinados de forma a obedecer aos comandos humanos.

Rinoceronte sobrevivente de ataque

Fotografia: ADRIAN STEIRN / EUROPEAN PRESSPHOTO AGENCY

Uma rinoceronte fêmea de quatro anos de idade que sobreviveu a um ataque de caçadores furtivos, na África do Sul.

Chamada Hope (“esperança” em português), foi sedada pelos caçadores que de seguida lhe cortaram o chifre, tendo deixado a rinoceronte com um extenso ferimento de 50 centímetros de comprimento e quase 30 centímetros de largura (!).

Encontrada surpreendentemente com vida pelo staff de uma reserva natural, foi operada por uma equipa de veterinários e encontra-se em recuperação do ferimento, que pode levar até um ano a cicatrizar. Caso a recuperação seja bem sucedida, os responsáveis pela reserva pretendem que este animal seja um símbolo de sobrevivência para os rinocerontes e vão tentar que ela se reproduza, de forma a ter um papel fundamental na luta contra a extinção destes magníficos animais.

Cusu-comum dourado

Fotografia: Rex

Digger é como se chama este cusu-comum dourado, na fotografia ao colo de Tenielle Matheson no Currumbin Wildlife Sanctuary em Queensland, Austrália.

O cusu-comum (Trichosurus vulpecula), também conhecido como cusu-de-orelhas-grandes ou cusu-zorro, é um mamífero marsupial de hábitos noturnos e arborícolas.

Geralmente é negro, castanho ou prateado. A cor dourada, como o Digger, é bastante rara na natureza e dificulta-lhes a sobrevivência, uma vez que deixam de se conseguir camuflar e esconder de predadores. Atualmente apenas é possível ver cusus-comuns dourados na natureza em pequenas regiões da Tasmânia, onde encontram menos predadores.

Morcego-da-fruta bebé

Fotografia: Rex

Um bebé morcego-da-fruta órfão batizado de Jacki Sparrow e que acabou por ser apadrinhado por Johnny Depp.

O bebé foi encontrado ferido perto de Queensland, na Austrália e levado para o Australian Bat Clinic (de quem já falamos aqui). Com o ator a filmar o novo filme de «Piratas das Caraíbas» a menos de 20 minutos do local, o morceguinho recebeu o nome do famoso pirata protagonizado pelo ator – que, ao tomar conhecimento do “batismo”, apadrinhou-o.

Iguanas bebés confiscadas

Fotografia: Juan Carlos Ulate / Reuters

81 iguanas bebés resgatadas pelas autoridades da Costa Rica, depois de terem sido encontradas fechadas dentro de uma caixa de papelão num hotel em San José.

Nova espécie de rã

Fotografia: Jodi Rowley / Australian Museum

Uma nova espécie de rã, parte de um total de 139 novas espécies de animais e plantas descobertas na região do Mekong superior, a parte nordeste do curso do rio Mekong, no sudeste asiático.

As descobertas, realizadas em 2014 e publicadas esta semana, dividem-se por 90 plantas, 23 répteis, 16 anfíbios incluindo a rã da fotografia, 9 peixes e um mamífero – um morcego.

Desde 1997 já foram descobertas mais de 2.200 novas espécies nesta região, o que dá uma espantosa média de três novas espécies por semana. No total, conhecem-se nativamente nesta região cerca de 430 espécies de mamíferos, 800 répteis e anfíbios, 1.200 aves, 1.100 peixes e 20 mil plantas.

Suricatas ao Sol

Fotografia: Clemens Capek, National Geographic Your Shot

Uma família de suricatas aquece-se no nascer do Sol em Oudtshoorn, na África do Sul. Os suricatas tomam um banho de Sol assim que acordam para se aquecer e ganhar energia para o resto do dia.

Urso bebé com a mãe

Fotografia: Solent News / Rex Shutterstock

Um urso-pardo bebé a aprender técnicas de escalada com a sua mamã, no parque natural de Cabárceno em Cantábria, Espanha.

A população de ursos-pardos na Cantábria duplicou desde a década de 90, estimando-se a existência de cerca de 200 ursos atualmente. Apesar de relativamente próximo de Portugal, o urso encontra-se extinto no nosso país desde o início do século XX e não existe espaço territorial para pensar num regresso.

Papagaio-do-mar

Fotografia: Drew Buckley / Rex Shutterstock

Um papagaio-do-mar a aterrar na Ilha de Skomer, uma reserva ecológica na costa da região de Pembrokeshire, País de Gales.

Os papagaios-do-mar, também conhecidos como fradinhos devido ao seu andar peculiar, são aves encontradas no litoral do Atlântico Norte. Apesar da população ter os seus números a decrescer, ainda não é considerada uma espécie em perigo de extinção.

Tópicos: Imagens da Semana, Fotografia Animal