Imagens da Semana: 8 – 14 Janeiro 2017

O centro comercial que abrigou os cães abandonados do frio, o mergulhador e o tubarão amigos há sete anos ou a descoberta de um novo primata já em perigo de extinção. Estas e muitas outras histórias já de seguida nesta edição.

Recorde também as melhores imagens de 2016.

Centro comercial na Turquia abriga cães abandonados

Centro comercial na Turquia abriga cães abandonados

Fotografias: Anadolija via Balikadam / via Imgur

Depois de uma tempestade de neve ter atingido a Turquia, um centro comercial localizado em Bakirkoy, Istambul, abriu as portas para abrigar os cães abandonados e protegê-los do frio intenso que se faz sentir durante a noite. Grupos de amigos dos animais providenciaram cobertores e alimentação para dar um pouco mais de conforto aos animais.

Veado-vermelho na Serra da Lousã

Fotografia: Maria Augusta Pinto / via Público

O veado-vermelho (Cervus elaphus) da Serra da Lousã, local onde foi extinto pelo homem no século XIX, está de volta e em força. Graças a um programa de reintrodução levado a cabo pela Unidade de Vida Selvagem (UVS) da Universidade de Aveiro (UA), os 120 animais reintroduzidos entre 1995 e 2004 resultam agora numa população superior a 3 mil animais.

Mergulhador e tubarão amigos

Fotografia: Rick Anderson

O mergulhador Rick Anderson e uma fêmea de tubarão-de-port-jackson (Heterodontus portujacksoni) partilham uma bonita amizade nas águas costeiras da Nova Gales do Sul, Austrália. Anderson conheceu o animal há sete anos, quando o tubarão era ainda bebé, e desde então as visitas, as brincadeiras e os mimos tem sido frequentes.

Segundo Anderson, “Ela habituou-se a mim ao ponto de se aproximar sempre que me via. Hoje ela bate nas minhas pernas até que eu a segure, lhe dê um abraço e ela fique deitada no meu colo (…) eu não dou alimento nem a ela nem a qualquer outro tubarão — simplesmente os trato como trataria um cão.”

Homem e peixe são amigos há 25 anos

Fotografia: via Facebook

Não precisa de um tubarão para travar uma amizade com um peixe. O mergulhador Hiroyuki Arakawa e um peixe “Shrek” chamado Yoriko, da espécie Semicossyphus reticulatus, conhecem-se há 25 anos e nadam frequentemente juntos na baía de Tateyama, no Japão.

Mapeador de gatos

Fotografia: catmapper / via Instagram

Maxwell Ogden denomina-se a ele próprio como “mapeador de gatos“, e é exatamente isso que faz: fotografa gatos em todas as cidades que visita e situa-os no mapa — embora não dê a localização específica para proteger os animais. A foto em cima foi tirada em Amesterdão.

Cão visita dono em coma no Hospital

Fotografia: Deborah Del Sere

A cachorrinha Nancy em visita ao seu dono Giovanni, em coma no hospital devido a um ataque cardíaco. Quando Nancy entrou no quarto e foi colocada junto de Giovanni, provocou nele uma resposta que ainda não tinha sido observada desde que entrou em coma. Uma espécie de leves convulsões, como se estivesse a tentar responder. Infelizmente, os médicos não acreditam que Giovanni venha a recuperar.

Elefante bebé em hidroterapia

Fotografia: REUTERS / Athit Perawongmetha

A cria de elefante Fah Jam faz reabilitação com hidroterapia, para ajudar a curar uma ferida provocada por uma armadilha, na Tailândia. A pequena treina os seus músculos para conseguir voltar a andar, e a sua posterior libertação na natureza irá depender do quão bem conseguir recuperar. Caso contrário, não terá condições para sobreviver sozinha na natureza e terá de ir para um santuário dedicado a estes animais.

Triops emergem do deserto australiano

Fotografia: Nick Morgan / via Facebook

Uma das muitas maravilhas da fauna australiana, os Triops, emergem do deserto aos milhares após vários anos dormentes, à espera da quantidade certa de água das chuvas para transformar a terra em lama. Os ovos dos Triops resistem até sete anos enterrados, resistem a secas e às mais extremas temperaturas.

Os Triops têm um aspeto primitivo porque são mesmo animais pré-históricos, ou se preferirmos, fósseis vivos. Nos últimos 70 milhões de anos (ainda no tempo dos dinossauros), pouco ou nada mudaram no seu aspeto físico.

Dragão-marinho-vermelho observado pela primeira vez

Fotografia: Scripps Oceanography / UC San Diego

Um dragão-marinho-vermelho foi observado pela primeira vez na natureza graças a uma filmagem subaquática nas águas australianas. Até hoje, esta espécie — Phyllopteryx dewysea — era apenas conhecida de espécimes armazenados em museus. Veja aqui o vídeo.

Os dragões-marinhos são parentes dos cavalos-marinhos e têm como particular destaque a sua espetacular camuflagem em forma de folhas e ervas. Curiosamente, esta nova espécie não possui esse tipo de camuflagem, pelo que os investigadores acreditam que no seu caso, a cor vermelha será a própria camuflagem.

Nova espécie de primata

Fotografia: Fan Pengfei / ZSL

Os cientistas anunciaram a descoberta de uma nova espécie de primata, que batizaram com o nome Skywalker em honra da saga «Star Wars». O Hoolock-skywalker (Hoolock tianxing) vive no topo das árvores das florestas tropicais do Bangladesh, Índia, China e Myanmar. Infelizmente, já se encontram em perigo de extinção.

Lontra-anã-oriental bebé

Lontra-anã-oriental bebé

Fotografia: Wildlife Friends Foundation Thailand

Uma jovem lontra-anã-oriental (Amblonyx cinerea) foi resgatada pela Wildlife Friends Foundation Thailand, depois de ter sido capturada à sua mãe na natureza para ser vendida como animal de estimação. Agora com três meses, habituada ao ambiente doméstico e sem hipótese de reencontrar a mãe, esta pequena lontra terá de aprender o que até aqui lhe foi privado: a viver na natureza, incluindo nadar, caçar o seu alimento e proteger-se. Ensinamentos que normalmente as mães lhes passam no dia a dia.

Até para a semana!

Tópicos: Imagens da Semana, Fotografia Animal