Imagens do Ano: 2016

Num ano que provou ser bastante mais movimentado que o previsto, os animais voltaram-nos a proporcionar momentos de conforto e inspiração. Histórias emocionantes, finais felizes e outros não tão felizes, momentos únicos que marcaram o mundo dos animais em 2016, numa compilação de quase 50 fotografias que agora partilhamos consigo.

Mesquita abriga gatos abandonados

Fotografia: Mustafa Efe / via Facebook

Um gatinho abandonado dá uma deliciosa turrinha no imã Mustafa Efe, que abriu as portas da mesquita Aziz Mahmud Hüdayi em Istambul, na Turquia, para abrigar os gatos de rua — cujo número está descontrolado na cidade. O gesto e o exemplo de solidariedade têm corrido o mundo. Uma mãe gata sentiu-se tão confortável na mesquita que levou os seus bebés, um a um, para o seu interior. Pode ver os meninos neste vídeo. (Semana 17 – 23 Janeiro)

Refugiados encontram gato desaparecido

Fotografia: via reddit

Uma família de refugiados oriunda de Mossul, no Iraque, encontra finalmente o seu gato Kunkush, que tinha desaparecido quando o barco que os transportava aportou na ilha grega de Lesvos. Foi encontrado dias depois por voluntários que tinham participado na busca logo no primeiro dia, mas o paradeiro da família era entretanto incerto e por isso foi enviado para uma família de acolhimento temporário em Berlim, na Alemanha (para onde muitos refugiados foram realojados), que ficou com ele por alguns meses. Os voluntários não desistiram de procurar os donos e criaram um site com fotos do gato, que chegou aos media. A família entretanto já estava na Noruega, quando viu a notícia do gato num jornal local. O reencontro foi organizado e a imagem descreve tudo o que se pudesse escrever mais sobre isso. Veja aqui a história em vídeo (em inglês). (Semana 21 – 27 Fevereiro)

Animais vítimas da guerra na Síria

Fotografias: Louai Beshara / AFP

Alguns dos 350 animais, vítimas da guerra na Síria, resgatados e abrigados pela Syrian Team for Animal Rescue (STAR), que os considera as “vítimas esquecidas” do conflito. A associação abriga cães, gatos e até alguns animais mais exóticos, como tartarugas e pássaros. Muitos deles têm ferimentos de guerra, foram baleados, perderam alguma pata, estão cegos, paralisados ou têm marcas de maus-tratos. Dos 350 animais, 116 necessitam de cuidados veterinários permanentes. Para conhecer melhor o trabalho da associação e/ou fazer um donativo, consulte a página no Facebook. (Semana 6 – 12 Novembro)

Preguiça bebé com paralisia

Fotografia: Sam Trull

Uma preguiça bebé órfã com paralisia da cintura para baixo, resgatada pela organização Kids Saving the Rainforest, na Costa Rica, que a está a ensinar a viver com a sua deficiência. Batizada de Anakin, como a icónica personagem de «Star Wars», é cuidada 24 horas por dia e treina a subida as árvores utilizando apenas a força dos braços, o que tem feito com sucesso. Os veterinários acreditam que, à parte deste problema, a pequena preguiça tem condições para viver normalmente junto das outras preguiças no santuário. (Semana 7 – 13 Fevereiro)

Macaco-caranguejeiro resgatado

Fotografia: Bali Dog Adoption and Rehabilitation Centre

Um macaco-caranguejeiro (Macaca fascicularis) chamado Almond, ilegalmente mantido como animal de estimação por uma família no Bali, Indonésia, agora resgatado pela organização Bali Dog Adoption and Rehabilitation Centre. Almond apresentava severos sinais de maus-tratos, incluindo um braço, perna e maxilar partidos. Cerca de 3 mil macacos bebés são capturados da natureza na Indonésia anualmente. A maioria é vendida a laboratórios para serem cobaias, outros são vendidos como animais de estimação ou então treinados como “macacos dançarinos”. (Semana 11 – 17 Dezembro)

Albatroz Wisdom com a sua mais recente cria

Fotografia: Kiah Walker / Voluntária do USFWS

A fantástica albatroz Wisdom, a ave mais velha do mundo de que há registo, volta a deixar a sua marca com a sua mais recente cria. Com 65 anos (entretanto já fez 66 e espera um novo bebé), a Wisdom viu nascer o seu novo rebento no início de Fevereiro, no Refúgio Nacional de Vida Selvagem do Atol de Midway, no Hawai, onde milhares de albatrozes regressam todos os anos para nidificar. Nas imagens da semana de 29 de Novembro a 5 de Dezembro de 2015 tínhamos dado conta, precisamente, da chegada da Wisdom ao Refúgio. O resultado está à vista. (Semana 7 – 13 Fevereiro)

Rinoceronte e Ranger

Fotografia: Ami Vitale / via Facebook

Um rinoceronte parece dar um beijo a um ranger, uma das corajosas (e pouco reconhecidas) pessoas que põe literalmente a sua vida em risco para proteger estes e outros animais em vias de extinção. Nos últimos 10 anos, mais de mil rangers perderam a vida, 80% deles assassinados por traficantes. Só para dar exemplos recentes, dos últimos três meses, leia este, este, este e este artigos, da National Geographic e do The Guardian. (Semana 11 – 17 Dezembro)

Duque e Duquesa de Cambridge na Índia

Fotografia: International Fund for Animal Welfare – IFAW

O Duque e Duquesa de Cambridge, William e Kate, de visita ás instalações do IFAW – Wildlife Trust of India Centre for Wildlife Rehabilitation and Conservation, no Parque Nacional de Kaziranga, na Índia. A viagem permitiu-lhes conhecer em primeira mão o trabalho ali realizado com elefantes e rinocerontes bebés, bem como participar nos seus cuidados. (Semana 10 – 16 Abril)

Gato atacado com ácido

Fotografia: Milo’s Sanctuary / Facebook

O gato Tommy, com a cara desfigurada devido a ter sido atacado com ácido, por alguma criatura a quem não podemos chamar humano. O Tommy era um gato de rua e foi encontrado no Verão por uma mulher que estava a alimentar uma colónia de gatos abandonados. O gato estava num péssimo estado, com parte da cara e um olho queimados. Levado de urgência ao veterinário, iniciou um período intenso de recuperação, mas o olho afetado acabou por ser perdido. Tommy foi ainda sujeito a uma cirurgia de três horas de reconstrução facial. Se quiser ver mais fotografias do Tommy (atenção a pessoas sensíveis), siga esta ligação. (Semana 16 – 22 Outubro)

Cão de assistência acompanha menino autista ao hospital

Fotografia: Louise Goossens

O cão de assistência Mahe não deixa o pequeno James, uma criança autista de 9 anos, sozinho por nenhum momento. Nem mesmo numa cama de hospital. O caso ocorreu na Nova Zelândia quando James necessitou de fazer alguns exames hospitalares. Segundo relatado no stuff.co.nz, quando James estava a ser anestesiado, o possante labrador negro ficou preocupado e não desviou o olhar por um segundo, acariciando-lhe a cara. (Semana 21 – 27 Fevereiro)

O que não se deve fazer ao mergulhar com tubarões

Fotografia: Dmitry Vasyanovich, Caters News

Um bom exemplo do que nunca se deve fazer ao mergulhar com tubarões: atraí-los com alimento e de seguida meter-lhes um braço à frente. Para além do elevado risco de ocorrer um acidente, tal seria sempre considerado um ataque de tubarão, sem ter em conta que o animal foi provocado. A fotografia, que causou natural controvérsia, foi capturada pelo mergulhador Dmitry Vasyanovich num recente mergulho na Ilha de Guadalupe com tubarões-brancos. (Semana 24 – 30 Janeiro)

Coruja Megascops asio

Fotografia: Matt Cuda, National Geographic Your Shot

Uma coruja da espécie Megascops asio fotografada com uma expressão dramática no Carolina Raptor Center, um centro de reabilitação de aves selvagens localizado no estado norte-americano da Carolina do Norte. Estas corujas são relativamente pequenas e habitam o leste da América do Norte, desde o México ao Canadá. Apesar de relativamente comuns, são discretas e bem camufladas, pelo que as pessoas geralmente não as veem, só as ouvem. (Semana 7 – 13 Fevereiro)

Rémi Gaillard em campanha num canil

Fotografia: Rémi Gaillard / via Facebook

O controverso artista gaulês Rémi Gaillard, enjaulou-se num canil de Montepellier no passado dia 11 de Novembro, prometendo sair apenas quando 300 animais fossem adotados ou 50 mil euros (cerca de 180 mil reais) fossem angariados. Com transmissão ao vivo pelo Facebook durante a sua estadia, a iniciativa terminou no passado dia 15 de Novembro, com mais de 200 mil euros (cerca de 710 mil reais) arrecadados para os animais da associação. (Semana 30 Outubro – 5 Novembro)

Cachorra adotada após ter sido atropelada por comboio

Fotografia: BARCS Animal Shelter / via Facebook

Uma cachorrinha pit bull no momento em que é adotada pelo polícia que a salvou. A cachorra, chamada Molly, sobreviveu miraculosamente depois de ter sido atropelada por um comboio em Baltimore, no estado norte-americano de Maryland. Logo após o acidente, em que perdeu uma pata, parte da cauda e um grande volume de sangue, o polícia Kevin McMullen saltou para a linha e levou-a de imediato ao veterinário, onde foi operada de urgência. Depois de uma recuperação acima das expetativas, a Molly foi adotada pelo seu herói e pela namorada. O casal já tinha três cães em casa. (Semana 14 – 20 Fevereiro)

Cordeiro salvo de hipotermia

Fotografar: Edgar’s Mission

Connor, um cordeirinho que esteve muito perto de morrer poucas horas após o seu nascimento, devido a hipotermia. Salvo pela Edgar’s Mission, uma fantástica organização que resgata e acolhe animais de quinta na Austrália, Connor teve de começar a ser alimentado por tubos e o seu estado era muito incerto. Mas Connor lutou, resistiu e sobreviveu para “contar a história”. (Semana 16 – 22 Outubro)

Gato tira selfie com amigos

Fotografia: yoremahm / via Instagram

Um gato parece tirar uma selfie com os seus amigos caninos, uma imagem tão pouco usual que se tornou viral na Internet. Esta e outras fotografias do género surgiram na conta @yoremahm no Instagram, onde não é explicado o processo fotográfico. Mas que o resultado é interessante, é. (Semana 10 – 16 Janeiro)

Cachorrinha com as quatro patas amputadas

Fotografia: Chi Chi The Great / via Facebook

Uma corajosa cachorrinha chamada Chi Chi brinca na sua nova casa, no Arizona, depois de ver as suas quatro patas serem amputadas. A história da Chi Chi não é fácil de contar e custa a sair no teclado, honestamente. A Chi Chi também nasceu numa fazenda de carne de cão, como os meninos da imagem anterior. A dada altura, amarraram-lhe as quatro patas e penduraram-na de cabeça para baixo, dia e noite. A tortura provocou-lhe feridas, que rapidamente infetaram e literalmente apodreceu carne e osso. Como a carne já não prestava, foi atirada para o lixo dentro de um saco preto, onde foi encontrada. As patas não tinham salvação, mas felizmente a menina teve, e agora também tem uma casa, mas ainda são precisos muitos cuidados. (Semana 21 – 27 Fevereiro)

Leonardo DiCaprio pela conservação dos elefantes

Fotografia: via Facebook: Leonardo DiCaprio

O reconhecido ator Leonardo DiCaprio viajou até à Indonésia para criticar o impacto da indústria de óleo de palma nas florestas tropicais, nomeadamente na conservação de animais como o elefante-de-sumatra, uma subespécie de elefante-asiático em perigo critico de extinção, bem como orangotangos, tigres e rinocerontes, que vêm os seus habitats serem cada vez mais reduzidos. As criticas, porém, caíram mal no governo indonésio, que pondera agora proibir o ator de voltar a entrar no país. (Semana 27 Março – 2 Abril)

Chimpanzé abraça conservacionista

Fotografia: Estelle Raballand / via Facebook

Um abraço profundamente humano entre o chimpanzé Ponso e a conservacionista Estelle Raballand, numa ilha da Costa do Marfim. A vida tem sido dura com o chimpanzé Ponso, que passou anos como cobaia de um laboratório até ser abandonado, juntamente com outros chimpanzés cobaias, em ilhas que não têm recursos naturais para sequer se alimentarem — ficando dependentes da boa vontade das pessoas. Em 2013 a família do Ponso morreu com poucos dias de intervalo, o que o deixou sozinho e isolado nos últimos três anos. Os outros chimpanzés cobaias também já tinham morrido. Por tudo isto, não deixa de ser emocionante que receba um ser humano de forma tão… humana. (Semana 14 – 20 Fevereiro)

Cordeirinho a sorrir

Fotografia: Mino Valley Farm Sanctuary

O sorriso contagiante de um dos sete cordeirinhos resgatados pelo santuário espanhol Mino Valley Farm Sanctuary, de uma quinta onde viviam em condições precárias e estavam prestes a ser abatidos para servir de alimento a cães. “Estes bebés nasceram num inferno, separados das mães desde que nasceram e fechados em pequenas prisões onde praticamente nem se podiam mexer” escreveram os responsáveis do santuário após o resgate. (Semana 24 – 30 Janeiro)

Baleia-jubarte mãe e filhote

Fotografia: Tony Wu / Wildscreen 2016

Duas baleias-jubarte, mãe e filhote, navegam juntos na imensidão azul dos oceanos, nesta fotografia de Tony Wu que faz parte da exposição Witness the Wild 2016. A relação entre mãe e filhote é fortíssima nestas baleias, algo que pudemos testemunhar ainda ontem, quando um filhote tentou libertar a mãe encalhada num banco de areia (vídeo). Os filhotes dependem exclusivamente da mãe para sobreviver durante os primeiros 10 meses de vida. (Semana 2 – 8 Outubro)

Criança cria abrigo para animais

Fotografia: Happy Animals Club / via Facebook

Ken, um rapaz filipino de apenas 9 anos de idade, conseguiu apoios suficientes para criar o seu próprio abrigo para animais abandonados, o Happy Animals Club. Ken começou por alimentar animais de rua e trazer para casa os que necessitavam de maiores cuidados. Quando as suas fotos a tratar dos animais de rua se começaram a espalhar pela Internet, começou a receber apoios e donativos de pessoas emocionadas pelo grande coração e força de vontade do rapaz. Com esses donativos, foi possível alugar o espaço necessário para criar o abrigo, que já tem inclusive produção própria da alimentação para os animais. (Semana 4 – 10 Dezembro)

Gato com família de refugiados na Grécia

Fotografia: Vadim Ghirda / AP

O gato Taboush espreita pela tenda onde a sua família está refugiada em Idomeni, na Grécia, perto da fronteira com a Macedónia. São vários os refugiados que se recusam a deixar os seus animais de estimação para trás e os trazem consigo, apesar das difíceis condições de viagem e alojamento. Já reportamos outras histórias de refugiados e particularmente gatos aqui, aqui e aqui. (Semana 6 – 12 Março)

Idosos criam gatinhos

Fotografia: Rebecca Hamilton

Os residentes de um lar no Arizona estão a ajudar a associação Pima Animal Care Center (PACC) a lidar com o crescente número de gatinhos órfãos que precisam de ajuda. Os idosos alimentam os bebés, dão-lhe atenção e carinho, partilhando do amor que têm para dar e recebendo de volta a companhia impagável dos pequenos felinos. Os gatos serão posteriormente esterilizados e disponibilizados para adoção. (Semana 13 – 19 Novembro)

O último passeio do cão Walnut

O último passeio do cão Walnut

Fotografias: Neil Hope

Cerca de duzentas pessoas juntaram-se na praia de Porth Beach, em Cornwall, para participar no último passeio do cão Walnut, de 18 anos, com uma doença terminal. Devido ao seu estado débil, o dono de Walnut, Mark Woods, levou o cão ao colo durante a caminhada, onde também participaram vários outros cães, numa homenagem emocionante. (Semana 13 – 19 Novembro)

Cão junto ao dono acabado de falecer

Fotografia: Corporación de Emergencias del BioBio

Um cão deita-se prostrado junto ao seu dono acabado de falecer, vítima de atropelamento enquanto passeava o seu melhor amigo. O acidente ocorreu em Concepción, no Chile. O cão, Doki, recusou-se a abandonar o local até ao corpo ser retirado e esteve presente no velório, junto dos familiares com quem agora passará a viver. (Semana 10 – 16 Abril)

Idosa realiza o seu último desejo de montar a cavalo

Fotografia: BEELDWERK.TV / Facebook)

Nelly Jacobs, uma idosa de 87 anos que sofre da doença de Parkinson, realizou o seu desejo de montar uma última vez a cavalo, depois de uma vida inteira de amor e dedicação a estes animais. Veja aqui o vídeo do fantástico momento, impossível de descrever por palavras. (Semana 25 Setembro – 1 Outubro)

Reclusos com animais abandonados

Fotografia: Kim Raff

Um recluso acaricia uma tartaruga enquanto segura no seu colo um coelho gigante. O momento pouco comum é possível graças a um santuário animal que emergiu na prisão Stock Island Detention Center, resultando num programa único da justiça americana onde reclusos e animais abandonados ganham uma nova oportunidade. Este santuário começou em 1994 com apenas alguns patos e hoje em dia tem mais de 150 animais, incluindo preguiças, lémures, cobras, lagartos, cacatuas, cavalos ou alpacas. (Semana 10 – 16 Abril)

Pandas bebés ao colo do Primeiro Ministro Canadiano Justin Trudeau

Fotografia: Twitter / Justin Trudeau

Dois pandas bebés brincam ao colo do Primeiro Ministro do Canadá, Justin Trudeau, numa cerimónia do Toronto Zoo onde foram revelados os nomes dos pequenos — Jia Panpan & Jia Yueyue. Os dois pandas nasceram no final do ano passado e já ultrapassaram a fase mais crítica da infância, onde a probabilidade de sobrevivência é menor. (Semana 6 – 12 Março)

Borboleta interrompe gravações com koala

Fotografia: Symbio Wildlife Park / via Facebook

Uma borboleta interrompeu uma sessão de fotografia e filmagem com a koala Willow, no Symbio Wildlife Park na Nova Gales do Sul, Austrália. Os realizadores do vídeo sobre as iniciativas sustentáveis daquele parque tiveram de esperar; já a koala não pareceu ficar nada incomodada com a visita do inseto. (Semana 2 – 8 Outubro)

Espadarte bebé

Fotografia: Juan C. Levesque

Se nunca viu um espadarte bebé ou imaginava como seriam, aqui está uma rara oportunidade de o fazer. A fotografia, que rapidamente correu mundo, é da autoria do biólogo marinho Juan C. Levesque. Apesar de caber na ponta de um dedo, os espadartes, também conhecidos como peixe-espada, desenvolvem-se rapidamente e podem atingir quatro metros e meio de comprimento em adultos — maiores do que muitos tubarões. (Semana 31 Janeiro – 6 Fevereiro)

Ecnomiohyla rabborum

Ecnomiohyla rabborum

Em 2012 escrevemos no Mundo dos Animais sobre o animal mais solitário do mundo, este sapo da espécie Ecnomiohyla rabborum. Toughie, como foi chamado, já na altura era o único exemplar da sua espécie vivo no mundo. A sua morte significaria a extinção da espécie, e foi exatamente o que acabou por acontecer. Tinha pelo menos 12 anos de idade, uma vez que já era adulto quando deu entrada, em 2005, no Atlanta Botanical Garden, EUA, onde viveu até ao seu último dia. (Semana 25 Setembro – 1 Outubro)

Pega salva família

Fotografia: Cameron Bloom

Pode uma simples pega salvar uma família? Pode. Uma família americana emocionalmente destruída pelo acidente sofrido por Sam (na foto), que ficou paraplégica, viu a sua vida mudar completamente de rumo quando uma pega bebé lhes apareceu à frente. A pequena pega tinha caído de um ninho a vinte metros de altura e estava ferida, pelo que a família a acolheu e tratou dela. E foi a recuperação da ave, uma luta pela sobrevivência que foi difícil mas combatida com sucesso, que deu a Sam e restante família a força que procuravam. Uma história inspiradora que pode conhecer melhor nesta ligação. (Semana 9 – 15 Outubro)

Cachorra salva por fotografia

Fotografia: John Hwang

E pode uma simples fotografia salvar um cão? Também pode. Muneca, a cachorrinha dachshund na fotografia, viu-se abandonada e a entrar num abrigo aos 18 anos, já cega dos dois olhos. Quando recebeu a visita da voluntária Elaine Seamans, Muneca saltou-lhe para o colo e não quis mais sair dali. O momento íntimo foi capturado por acaso pelo fotógrafo John Hwang, que estava de passagem durante um trabalho, e a fotografia tornou-se viral no Facebook. Como resultado, o grupo Frosted Faces Foundation viu o caso e prontificou-se de imediato a arranjar cuidados veterinários e família de acolhimento temporário para a Muneca, até que possa ser adotada e ter uma verdadeira casa. (Semana 9 – 15 Outubro)

Novo polvo descoberto

Fotografia: NOAA

Uma nova espécie de polvo, de aspeto algo fantasmagórico e ao mesmo tempo simpático, foi descoberta no arquipélago do Hawai por um veículo de controlo remoto, a 4,3 quilómetros de profundidade. Apesar da curta observação, foi possível perceber que o animal não tem pigmentação e praticamente não tem músculos, parecendo ter uma consistência mais gelatinosa. Além disso, nunca tinha sido observado um polvo sem barbatanas a estas profundidades: geralmente os polvos que habitam águas mais profundas são os chamados “dumbos”, com barbatanas situadas de cada lado da cabeça a parecer orelhas gigantes. (Semana 28 Fevereiro – 5 Março)

Choco adorável descoberto no Pacífico

Fotografia: Reprodução YouTube

Um adorável choco de cor violeta e olhos arregalados, que simplesmente não parece real. Mas é. O pequeno cefalópode (Rossia pacifica) foi descoberto a 900 metros de profundidade no Pacífico, perto da costa da Califórnia, por um drone submarino pertencente ao navio de investigação E/V Nautilus. Melhor ainda que a foto é mesmo o vídeo, veja-o aqui. (Semana 14 – 20 Agosto)

Max Zuckerberg e Beast

Fotografia: Mark Zuckerberg / Facebook

A filha de Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, com o cão da família, Beast, da raça puli (um tipo de komondor). Segundo uma publicação de Mark no dia 19, a primeira palavra da filha Max foi “cão”. Começa bem! (Semana 16 – 22 Outubro)

Gato celebra 31 anos de idade

Fotografia: Value Vets

Um gato “super sénior” celebrou o seu 31º aniversário, um extraordinário exemplo de longevidade — apesar de já ser surdo de um ouvido e lhe restarem três dentes. Nutmeg, como se chama o felino, foi adotado há 26 anos quando apareceu no jardim daqueles que viriam a ser os seus donos, Liz e Ian Finlay. Na altura, o veterinário consultado afirmou que o gato já teria no mínimo cinco anos de idade, pela condição dos seus dentes. Caso fosse possível confirmar a data de nascimento, este gato com o equivalente a uns incríveis 141 anos humanos teria entrada direta no Guinness, onde o recorde para o gato mais velho do mundo é o de Scooter, com 30 anos. (Semana 2 – 8 Outubro)

Menino de 7 anos despede-se do seu cão

Fotografia: Marvi Lacar / via Facebook

O difícil momento em que Mateo, uma criança de 7 anos, se despede do seu melhor amigo, Wheat, que conhecia desde que nasceu. Wheat estava a sofrer de complicações resultantes de uma infeção intestinal há várias semanas, quando tanto a família como o veterinário perceberam que o cão de 11 anos já não iria recuperar. (Semana 4 – 10 Dezembro)

Cão visita dono pela última vez no Hospital

Fotografia: Screenshot / Facebook

O momento em que uma cadela se despede do seu dono com uma doença terminal, num hospital norte-americano, tem corrido o mundo. Com apenas 33 anos, Ryan Jessen sofreu uma hemorragia cerebral e os médicos informaram a família que não havia cura. Os familiares decidiram então não prolongar a inevitável despedida e, com a permissão do hospital, levaram a cadela de Ryan, Mollie. O emocionante vídeo do momento pode ser visualizado aqui. (Semana 4 – 10 Dezembro)

Agapornis sem penas

Fotografia: rhea_thenakedbirdie / Instagram

Rhea, uma agapornis que sofre da doença do bico e das penas dos psitacídeos (PBFD), com uma roupinha adequada para não a deixar passar frio. Esta é uma doença viral que afeta mais de 60 espécies de psitacídeos por todo o mundo. Os principais sintomas são a deformação e queda prematura das penas e ainda lesões no bico e nas garras. Pode ver mais fotos da Rhea na sua página no Instagram. (Semana 6 – 12 Novembro)

Faisão-dourado que faz lembrar Donald Trump

Fotografia: Reuters

Um faisão-dourado fotografado no Hangzhou Safari Park, na China, ganhou grande popularidade por fazer lembrar o cabelo do Presidente-Eleito dos Estados Unidos, Donald Trump. (Semana 13 – 19 Novembro)

Nova espécie de aranha recebe nome inspirado no Harry Potter

Fotografia: Sumukha J. N.

Uma nova espécie de aranha descoberta no sudoeste da Índia foi batizada com um nome inspirado na série de livros Harry Potter, devido ao seu aspeto semelhante ao Chapéu Seletor (um objeto mágico da série pertencente à personagem Godric Gryffindor). O nome científico da nova aranha ficou então Eriovixia gryffindori. A autora da série, J.K. Rowling, já reagiu à descoberta sentindo-se honrada. (Semana 11 – 17 Dezembro)

Girafas em extinção

Fotografia: Alicia Wirz / IUCN Photo Library

Uma das notícias que mais surpreendeu neste final de ano: a girafa entrou oficialmente para o grupo dos animais em vias de extinção. O animal mais alto do mundo e também um dos mais icónicos, tem passado despercebido devido à crescente preocupação com animais mais ameaçados, como elefantes e rinocerontes, mas o seu “declínio silencioso” é agora demasiado evidente: a população de girafas caiu de 157 mil animais em 1985, para 97 mil em 2015. Mas a nova atualização da IUCN não traz apenas más notícias: o nosso priôlo dos Açores subiu de 400 indivíduos em 2003 para 1.250 atualmente. (Semana 4 – 10 Dezembro)

Chita em vias de extinção

Fotografia: Zoological Society of London

Mesmo a terminar o ano, é publicado um novo estudo alarmante: a chita também se encontra em vias de extinção. O estudo, da autoria da WCS, da Zoological Society of London e da Panthera, revela que existem apenas cerca de 7.100 chitas na natureza. As chitas asiáticas sofreram a queda mais drástica e existem apenas 50 indivíduos, numa população isolada no Irão. Os autores do estudo pedem à IUCN para atualizar o estatuto de conservação da chita, de “vulnerável” para “em perigo”.

Cobra com cabeça arco-íris (Parafimbrios lao)

Fotografia: Alexander Teynie / Via via WWF

Uma cobra que parece ter um arco-íris na cabeça, apropriadamente chamada de “Ziggy Stardust” em honra de David Bowie (um grande amigo dos animais), é uma das 163 novas descobertas anunciadas em Dezembro. Descoberta no Laos, esta cobra de distinta coloração não é apenas uma nova espécie, mas sim um novo Género, Parafimbrios. O nome científico completo é Parafimbrios lao.

Dril (Mandrillus leucophaeus)

Fotografia: Kathy L. Wood, Tengwood Organization / via National Geographic

O encantador sorriso de um macaco dril, uma espécie de primata muito tímida e por isso, pouco conhecida. Parente do mandril e do babuíno, o dril (Mandrillus leucophaeus) habita uma pequena e remota área do continente africano, que abrange o estado de Cross River na Nigéria, o sudoeste dos Camarões e a ilha de Bioko. A área total do habitat destes primatas não ultrapassa os 40 mil quilómetros quadrados. A espécie encontra-se ameaçada de extinção. (Semana 2 – 8 Outubro)

Votos de excelentes entradas em 2017!

Tópicos: Imagens da Semana, Fotografia Animal, Artigos em Destaque