Fotos: A Vida Privada do Plâncton

Plâncton fotografado pelo veículo de investigação Tara

Fotografia: Tara Expedition – C. Guiguand

O veículo de investigação Tara completou recentemente uma jornada de mais de 100 mil quilómetros à volta do mundo, recolhendo dados e imagens da biodiversidade do plâncton.

A equipa de investigadores foi capaz de descobrir mais de um milhão de espécies nesta viagem protagonizada por apenas um veículo e registar imagens extraordinárias destes seres, tão pequenos mas tão importantes para o ecossistema dos oceanos.

De seguida deixamos-lhe algumas das melhores imagens bem como mais informações sobre a investigação.

Plâncton fotografado pelo veículo de investigação Tara

Fotografia: Tara Expedition – M. Ormestad

Cientistas de 21 laboratórios, provenientes de 10 países, colaboraram neste projeto, que permitiu ter a primeira visão geral da população de plâncton em todo o mundo.

Foram recolhidos exemplares dos oceanos Atlântico, Pacífico, Antártico e Índico.

Pode levar mais de 10 anos até se conseguir estudar todos os dados recolhidos nesta investigação.

Plâncton fotografado pelo veículo de investigação Tara

Fotografia: Tara Expedition – C. Sardet – CNRS

A investigação também tem como objetivo descobrir qual é o impacto que as alterações climáticas está a ter nos ecossistemas e na biodiversidade marinha.

Dados recolhidos durante dois anos e meio demonstram que os oceanos são mais frágeis do que era esperado.

Plâncton fotografado pelo veículo de investigação Tara

Fotografia: Tara Expedition – Noan Le Bescot – CNRS

De acordo com os investigadores, o estudo do plâncton é o método mais eficaz de verificar o “estado de saúde” dos oceanos. Níveis mais baixos de biodiversidade do plâncton indicam que a sua resistência a alterações ambientais é também mais baixa.

Plâncton fotografado pelo veículo de investigação Tara

Fotografia: Tara Expedition – Luis Gutierrez Heredia – UCD

Por exemplo, o plâncton no oceano Antártico tem uma baixa biodiversidade e a região apresenta elevados níveis de poluição plástica.

Este oceano, outrora totalmente livre de poluição humana, está a ser afetado por milhares de fragmentos plásticos a cada quilómetro quadrado.

Plâncton fotografado pelo veículo de investigação Tara

Fotografia: Tara Expedition – Luis Gutierrez Heredia – UCD

As toxinas que o plástico liberta na água, bem como os fragmentos engolidos por peixes, aves e mamíferos, podem provocar graves danos no ecossistema.

Plâncton fotografado pelo veículo de investigação Tara

Fotografia: Tara Expedition – Dan Bailey

Tópicos: Invertebrados, Fotos de Animais Selvagens, Animais Selvagens, Fotografia Animal