Os Gatos de Roma

Gatos de Roma

As ruínas de Torre Argentina, no centro histórico de Roma, onde Júlio César foi assassinado no ano 44 antes de Cristo (a.C.), são um verdadeiro paraíso de gatos para os amantes dos pequenos felinos.

Trata-se de um santuário milenar onde muitos gatos encontram abrigo e comida.

Os voluntários da associação Torre Argentina Roman Cat Sanctuary cuidam diariamente da alimentação, higiene e cuidados de saúde dos mais de 250 gatos que habitam nas ruínas. Também esterilizam os animais e promovem a sua adoção.

As pessoas interessam-se mais por gatos do que por monumentos (…) os dois em conjunto formam uma combinação fantástica, porque os monumentos parecem ganhar vida se você vir um gato deitado neles ou a saltar de um lado para o outro.
— Lia Dequel, co-fundadora da Torre Argentina Cat Shelter Association, via npr

Gatos de Roma

Fotografia: Filippo Monteforte / AFP / Getty Images

A relação histórica entre nós e os gatos está marcada por altos e baixos e com os gatos de Roma não tem sido diferente.

A admiração dos romanos pelos gatos terá começado com o contributo dos felinos para a exterminação da peste, ao consumirem os ratos portadores da doença.

Durante a Segunda Guerra Mundial, a escassez de comida levou os romanos a consumir gatos para sobreviverem e quando a guerra terminou, os romanos ter-se-ão dedicado a alimentar os gatos como forma de compensar o que lhes tinham feito.

Mais recentemente, em 2001, os gatos foram considerados “património biocultural” da cidade, mas a associação que cuida dos gatos de Torre Argentina enfrenta a forte oposição dos arqueólogos italianos, referindo que a ocupação do espaço é incompatível com a preservação dos monumentos.

A presença dos gatos, contudo, nunca foi posta em causa e Umberto Broccoli, superintendente cultural de Roma, afirmou em 2012 que “os gatos de Roma são, por definição, tão antigos quanto os monumentos de mármore da cidade (…) portanto a colónia não será movida”.

Gatos de Roma

Apesar da colónia de Torre Argentina ser a mais famosa entre os turistas e os amantes dos felinos, estima-se que em Roma existam no total cerca de 250 mil gatos nas ruas, distribuídos por cerca de 2 mil colónias. A associação conseguiu, na última década, vacinar e esterilizar 27 mil gatos, bem como concretizar a adoção de uma média de 125 gatos por ano.

Mais Fotos

Gatos de Roma

Gatos de Roma

Gatos de Roma

Gatos de Roma

Gatos de Roma

Gatos de Roma

Gatos de Roma

Gatos de Roma

Gatos de Roma

Gatos de Roma

Vídeo

Visite a página da Torre Argentina Roman Cat Sanctuary para conhecer melhor o trabalho dos seus voluntários e, se achar por bem, oferecer-lhes um donativo.

Tópicos: Fotos de Gatos, Gatos, Fotografia Animal, Animais de Estimação, Artigos em Destaque