Chow Chow

Apesar de não ser o típico cão de guarda ou mesmo familiar, o Chow Chow é mesmo assim uma raça bastante apreciada por ser bastante bonita e, concomitantemente, por ter um bom temperamento com donos que sabem como cuidar adequadamente deles.

Se você está a ponderar comprar um cão desta raça ou pretende saber somente mais algumas informações úteis sobre a mesma, abaixo poderá ver todas as informações que necessita para cuidar deste cão.

Origem da raça

A origem exata do Chow Chow é desconhecida, porém, alguns especialistas defendem que esta é uma das raças de cães mais antigas, o que foi inclusive comprovado por testes genéticos, entretanto já realizados.

Julga-se que as origens desta raça remontam à Mongólia e norte da China, movendo-se mais tarde para sul com tribos nómadas.

No passado, estes cães foram usados como cães de trabalho pelos chineses, na realização de várias tarefas, como na caça, no pastoreio, na proteção da casa, entre outras. Contudo, o seu papel ia muito além de um simples cão de trabalho para os chineses, uma vez que o seu pelo foi também muitas vezes usado para fazer casacos para humanos.

Além disso (infelizmente), serviam e ainda servem de alimento nesse país, onde são considerados uma iguaria.

Por volta de 1800, o Chow Chow foi levado para Inglaterra por mercadores. Curiosamente, julga-se que o termo “Chow Chow” foi resultado de um termo geral que designava todos os bens que eram provenientes do oriente.

Temperamento

Ao contrário do que acontece com muitas outras raças de cães, o Chow Chow é um cão um pouco independente, reservado e algo teimoso. Mas as suas características não se ficam por aqui pois, apesar destes traços, ele é um cão bastante inteligente.

É importante que desde pequeno o cão seja ensinado a seguir as regras definidas pelo dono. Esta é uma raça que gosta de dominar e que, por isso, precisa inevitavelmente de um dono dominador. O dono deverá ser calmo mas, em simultâneo, firme e consistente, para passar a mensagem adequada ao seu cão.

O Chow Chow não é, normalmente, agressivo e tem boas maneiras, evitando meter-se em sarilhos. Eles gostam de brincar com as pessoas da família onde estão integrados, contudo, o mesmo não acontece com estranhos, pois têm tendência a ignorar os mesmos.

Com estranhos que não são apresentados pelos donos, o Chow Chow pode mesmo os desafiar, mas isso não se verifica quando uma pessoa é introduzida no seu meio por um dos elementos da família.

Esta raça pode desenvolver relações de grande afeto com alguns elementos da família e, com frequência, tem atitudes de proteção excessiva para com as mesmas.

Quando são criados com crianças, geralmente, o Chow Chow tem uma boa interação com as mesmas, embora não tolere muito abusos. Estes cães comportam-se melhor em famílias cujos elementos sabem como tratar um cão adequadamente.

De qualquer forma, se tiver crianças em casa, é importante que as ensine como abordar e tocar no cão e esteja atento ao comportamento tanto da criança como do cão, quando estiverem juntos, de forma a evitar qualquer potencial problema que possa surgir.

Quando são devidamente treinados, estes cães não apresentam grandes problemas em termos de socialização com outros animais, como outros cães e gatos.

Para o efeito, é importante que o dono tenha o cuidado de o apresentar aos mesmos desde a sua infância, até para se sentirem mais seguros e relaxados quando forem adultos.

Quanto aos cães da mesma raça, eles comportam-se bem com as fêmeas, porém, a presença de outro macho pode dar azo a um conflito entre os mesmos.

Características físicas

Raça Chow Chow

Fotografia: Luigi Borromeo

O Chow Chow é um cão largo e entroncado. A cabeça é grande e larga, num crânio com forma achatada. O focinho é largo e um pouco profundo.

Tem uns traços que são apanágio da raça, nomeadamente a língua, que é de uma cor azul-preta, as patas traseiras retas, que lhes proporcionam uma forma de caminhar muito característica e peculiar, bem como a juba atrás da cabeça que lhe confere a aparência de um leão.

Por sua vez, as orelhas são eretas e triangulares, arredondadas nas pontas. Os olhos são escuros e com uma forma de amêndoa. O peito deste cão é lato e profundo, enquanto a sua causa é elevada e fica muito próxima do dorso.

O revestimento de pelos do Chow Chow é grosso e espesso. As cores predominantes no pelo podem variar substancialmente, desde o vermelho, canela, preto, creme até ao azul.

Em termos de altura e peso, praticamente não existem diferenças entre géneros, todavia, mesmo assim, vamos ver com atenção estes aspetos.

Altura: No que concerne à altura, não existem diferenças entre o macho e a fêmea, pois ambos têm uma altura média que se situa entre os 43 e os 51 centímetros.

Peso: Quanto ao peso, já existe uma diferença significativa entre géneros. Assim sendo, o Chow Chow macho tem um peso que deambula entre os 25 a 32 quilos, enquanto que a fêmea tem um peso que fica entre os 20 a 27 quilos.

Saúde

Em condições normais, o Chow Chow é um cão bastante saudável. Todavia, como qualquer outro cão de outra raça, está propenso a sofrer de um ou mais problemas de saúde, embora não signifique necessariamente que isto aconteça.

Vejamos abaixo os problemas de saúde que são associados com maior frequência a esta raça de cães:

De qualquer forma, antes de adquirir um cão desta ou de outra raça, verifique sempre o seu historial médico, como dos seus pais, para despistar potenciais problemas hereditários.

Além disso, após comprar o cão, para se certificar que o mesmo se mantém saudável, deve realizar consultas de rotina no veterinário.

Este cão é ainda um pouco sensível ao calor, pelo que deve-se tentar manter o mesmo em áreas frescas, pelo menos na estação mais quente. Em alturas mais frias, ele pode viver tanto dentro como fora de casa.

Devido ao seu pelo grosso, este cão pode vir a ter problemas com pulgas, pelo que esse é um aspeto a não descurar e a verificar com frequência, para que o seu cão não sofra com este problema.

Em termos de esperança média de vida, a mesma situa-se entre os 9 e os 15 anos, pelo que, em condições normais, pode usufruir da sua companhia durante mais do que uma década.

Cuidados e bem-estar

Raça Chow Chow

Fotografia: Igor Mazurov

Como esta raça de cães tem algumas particularidades que exigem alguns cuidados especiais, abaixo poderá ver algumas dicas que poderão lhe ajudar a cuidar de um Chow Chow.

Alimentação

Em termos de alimentação, é preciso ter alguns cuidados especiais com este cão. Como o Chow Chow tem uma constituição pesada, é importante que o mesmo não tenha excesso de peso, de forma a evitar potenciais problemas de saúde, como lesões nas ancas. Contudo, mesmo assim, devem ser alimentados duas vezes por dia.

Higiene

Devido à densidade de pelos que se verifica nesta raça, é importante escovar o seu cão com regularidade, para manter o visual característico do Chow Chow.

Como acontece com outras raças, esta também está propensa a épocas de maior queda de pelo. É recomendável escovar o seu cão 3 vezes por semana, para manter o seu pelo em boa condição e, especialmente, para tentar que os seus pelos fiquem por toda a casa.

Além disso, deverá lavar o seu Chow Chow uma vez por mês, especialmente se o cão tiver tendência a brincar no exterior e sujar-se.

Espaço

Devido à sua natureza algo sedentária, o Chow Chow dá-se bem dentro de um apartamento, desde que o dono tenha preocupação de fazer com que o seu cão faça uma caminhada diária. O mesmo se aplica a uma casa, onde esta tarefa fica mais facilitada se houver um pequeno jardim.

Exercício físico

O Chow Chow não é exigente em termos de exercício físico, pelo contrário, tende a ser até um pouco preguiçoso. Contudo, deverá fazer uma caminhada diária. Isto acontece porque, os cães que não fazem exercício de forma quotidiana, podem desenvolver vários problemas, quer de saúde, quer mesmo ao nível do comportamento. Mesmo assim, normalmente bastam cerca de 15 minutos de caminhada.

Treino

É importante que o dono tenha alguns cuidados com o treino desta raça, não só para que o cão aprenda a socializar desde novo, mas também para se comportar adequadamente com crianças, caso as tenha em casa, pelas razões que veiculamos acima.

Felizmente, é uma raça fácil de treinar e o seu dono só precisa de ser consistente e verbal com a mesma para corrigir quaisquer aspetos que precisam de ser melhorados.

Sumário

Esta raça pode ser um pouco difícil de lidar para um dono passivo, todavia, com um dono que tenha uma autoridade natural e seja capaz de ser paciente e consistente, não se esquecendo de o tratar sempre bem (aspeto que esta raça valoriza), não haverá qualquer problema, pelo contrário, o Chow Chow será uma excelente companhia para uma família.

Ficha da Raça: Chow Chow

  • Outros nomes: Senghi Quan
  • País de origem: China
  • Grupo: 5 — Spitz e Cães do Tipo Primitivo
  • Expetativa de vida: 9 a 15 anos
  • Porte: Médio
  • Temperamento: Leal, Independente, Reservado, Teimoso
  • Necessidade de exercício diário: Média
  • Adequado para apartamento: Sim
  • Tendência para latir: Alta
  • Tendência para queda de pelo: Alta
  • Recomendado com crianças: Sim
  • Recomendado com outros animais: Sim, embora possa ter conflitos com outros cães
  • Padrão / Estalão da raça: Padrão internacional em português (CBKC-FCI) / Versão americana em inglês (AKC)

Veja também:

Cães do mesmo grupo

Fotografia de capa: Seongbin Im
As fotografias presentes nesta página não representam necessariamente o exemplo ideal da raça.