Fauna e Flora de um Gole de Água

Fauna num gole de água salgada

Fotografia: David Liittschwager

Lembra-se da última vez que engoliu água do mar, enquanto dava um mergulho na sua praia favorita?

A fotografia acima, de David Liittschwager, mostra toda a fauna e flora que um simples gole de água salgada contém, aumentada vinte e cinco vezes através de um microscópio.

Existem criaturas para todos os gostos, desde larvas de caranguejo até a um dos seres vivos mais primitivos do nosso planeta, as cianobactérias, passando por algas, ovos de peixes e outros, incluindo seres vivos ainda não classificados cientificamente e que nos são praticamente desconhecidos.

Todos fazem parte daquilo a que chamamos plâncton, um conjunto de seres vivos cuja maioria não é sequer visível ao olho humano, mas que constituem a base de alimentação de alguns dos maiores animais existentes, como as baleias.

Conheça algumas das criaturas deste pequeno gole de água:

Larva de caranguejo

Larva de caranguejo

Com menos de meio centímetro e de corpo transparente, as larvas de caranguejo são frágeis mas já se distinguem as pinças características dos caranguejos e um par de olhos bem destacado.

Cianobactérias

Cianobactérias

Estes filamentos em espiral são uma das mais primitivas formas de vida existentes e estão mesmo entre os primeiros seres vivos que evoluíram no planeta. Através de fotossíntese libertam oxigénio e, existindo aos biliões nos oceanos, foram (são) responsáveis pela produção de uma parte significativa do oxigénio da nossa atmosfera.

Diatomáceas

Diatomáceas

São um tipo de algas unicelulares, tão abundantes que não se sabe ao certo quantas existem – são mais de 200 géneros, com mais de 100 mil espécies e com números de indivíduos na ordem dos quadrilhões. Quando morrem, caem até ao fundo do oceano onde solidificam formam novas rochas.

Copépodes

Copépodes

São pequenos crustáceos parecidos com camarões e um dos animais mais comuns do zooplâncton (plâncton animal) – se pudéssemos juntar todos os copépodes no mesmo espaço, formariam a maior massa animal do planeta. São nadadores velozes, conseguindo percorrer o equivalente a 500 vezes o seu comprimento por segundo.

Quetognatas

Quetognatas

São os maiores animais desta amostra e um dos que atingem maiores dimensões entre o zooplâncton, medindo entre dois a doze centímetros. Possuem sistema nervoso, dois olhos, boca dentada e são predadores de plâncton mais pequeno. Algumas espécies conseguem inclusive injetar veneno paralisante nas presas.

Poliqueta

Poliquetas

São vermes marinhos, multi-segmentados e com apêndices parecidos com fios de cabelo, que utilizam para se impulsionarem dentro de água. Existem espécies com apenas dois milímetros e outras que podem atingir os três metros de comprimento.

Ovos de peixes

Ovos de peixe

Quase todos os peixes põem ovos e poucas são as espécies que os protegem, pelo que inúmeros ovos fertilizados vagueiam pela água dos oceanos. Uma grande percentagem destes ovos será engolida em conjunto com o restante plâncton por animais maiores.

Tópicos: Moluscos e Crustáceos, Invertebrados, Animais Selvagens