Adopções de Natal nos EUA

Adopções de Natal nos EUA

Fotografia original: Matt

Quando estava a verificar os meus e-mails, deparei-me com uma notícia que me chamou à atenção pela fotografia que a ilustrava, porque quando li: Macy’s Windows Full Of Adorable Pet Orphans (em português: Montras do Macy’s cheias de animais órfãos), nem sequer associei o nome Macy à cadeia de grandes superfícies comerciais existentes nos EUA.

Assim que comecei a ler, deparei-me com a notícia mais estranha poderia ter lido.

Então não é que pela altura do Natal, nos últimos seis anos, a Society for the Prevention of Cruelty to Animals (SPCA) tem colocado animais órfãos (gatos e cães) nas montras do Macy’s de São Francisco para serem oferecidos como prenda de Natal?

Todas as manhã, entre 18 de Novembro e 1 de Janeiro (com exceção do dia de Acção de Graças e do dia de Natal), seis a doze animais, saem do abrigo da SPCA e são colocados nas montras do Macy’s, para quem passar os poder ver e adotar (comprar).

Os preços variam de animal para animal. Enquanto pode adotar um gato adulto por 15 euros, um gato bebé poderá custar 75 euros com a “oferta” de outro no prazo de um mês.

Os preços para os cães são ainda mais elevados: um cão sénior (mais de 7 anos) fica à volta dos 60 euros, os adultos variam conforme o porte (quanto maior, mais caro) e finalmente um cachorro pode ser adquirido por cerca de 225 euros.Montra do Macy's

Quem compra um destes animais, que são entregues chipados, vacinados, desparasitados e esterilizados (no caso dos adultos), beneficia ainda da oferta de um plano de 30 dias nas clínicas da SPCA para o animal adoptado e de um saco com amostras, guloseimas e vales de desconto dos patrocinadores desta campanha.

Através da “Macy’s holiday windows” já foram adotados mais de dois mil animais e a SPCA já angariou mais de 230 mil euros.

Os animais agradecem e a SPCA ainda mais. Mas será esta campanha assim tão digna de louvar? Será a adoção destes animais responsável, ou apenas um “olha que fofinho, é mesmo isto que vou dar ao meu primo no Natal” e depois a família não o quer e o pobre cãozinho (ou gatinho) volta a ser abandonado?

Para terminar, deixo-vos com o vídeo da campanha de 2009 (em inglês):

Tópicos: Natal com Animais, Opinião, Ajuda Animal, Animais de Estimação