Amor à Primeira Vista

Esta história foi escrita por Elodie Teixeira e fez parte do concurso “O que já fizeste por um animal?” que terminou no dia 18/11/2011. Clique aqui para ver todas as histórias.

Num domingo de Maio, 2011, estava eu em casa dos pais do meu namorado e neste mesmo dia, uma das gatinhas que eles tinham teve gatinhos.

A gatinha preta teve 5 gatinhos, todos eles eram pretos e brancos, super pequenos, eram mais pequenos do que um hamster. Os pais do meu namorado, iam manda-los abater porque a gatinha não estava nada bem e eles preferiam salvar a gatinha. Mas eu peguei num dos gatinhos bebé que por acaso era macho e não consegui larga-lo mais e pedi-lhe muito para me deixar ficar com o gatinho bebé e eles deixaram-me ficar com ele.

O gatinho bebé ficou em casa deles ao pé da sua mãe. Ia lá todos os domingos ver o gatinho, todos os dias perguntava pelo gatinho. A gatinha conseguiu cria-lo.

Só que o gatinho bebé teve problemas respiratórios e outro problema nos olhos. Muitas pessoas me diziam que o gatinho bebé não iria sobreviver ou que ia ficar cego. Mas eu sempre tive esperança e fiz tudo o que podia pelo gatinho. Mas o gatinho tinha imensa vontade de viver, por isso melhorou.

Duc

Aos dois mês de idade trouxe o gatinho para minha casa. No primeiro dia tinha medo e andava sempre atrás dele. Levei-o ao veterinário para levar as vacinas que eram necessárias e para ver se estava tudo bem com ele. Nesse dia o veterinário deu-me uma boa notícia. Notícia essa que o gatinho já não tinha o problema respiratório nem o problema dos olhos.

Nem sei explicar o quanto fiquei feliz pela noticia. Quando cheguei a casa dei essa boa noticia ao resto da família e toda a gente ficou super contente e feliz pelo gatinho. Hoje o gatinho tem 5 meses, chama-se Duc, está bem de saúde, super brincalhão mas também super meiguinho e super mimado.

O Duc é como um filho para mim, por isso, que muitas vezes o chamo por Bebé Duc! Todas as noites ele dorme ao meu lado, brinco muito com ele e estou sempre a mima-lo. É um gatinho super sortudo! Adoro o Bebé Duc! Ele mudou muito a minha vida e hoje em dia, não consigo viver sem ele!

Espero com a minha historia ajude muitas pessoas a nunca desistir dos seus animais de estimação. Eles não são apenas mais uma mobília na casa nem um capricho mas sim um membro da família!


Leia todas as histórias na edição especial da revista.

Revista Especial Gratuita

Mais em "O que já fizeste por um animal?":