Tartaruga Deformada com Mensagem Importante

A Audrey é uma tartaruga que, por falta de cuidados, ficou com graves deformações

Fotografia: Little Res Q

A Audrey é uma tartaruga que passou os primeiros vinte anos da sua vida a viver dentro de um balde, infligindo-lhe deformações graves e permanentes.

Hoje é a “porta-voz” da LittleResQ, uma organização de salvamento e reabilitação de tartarugas localizada em Toronto e a sua história foi publicada no Buzzfeed, que aqui reproduzimos.

Esta menina nasceu por volta do ano 1990 e passou grande parte da sua vida dentro de um balde, com pouquíssimo espaço para se exercitar ou sequer mexer.

Com o passar do tempo, a sua carapaça começou a ficar com uma aparência estranha. A Audrey estava a ficar com deformações graves e precisava de ajuda, ajuda essa que demorou vinte anos a chegar.

É um mito com consequências graves que as tartarugas vendidas em baldes permanecem pequenas. Na realidade crescem e até crescem relativamente rápido. Os primeiros anos de crescimento e desenvolvimento são cruciais para a tartaruga, necessitando de uma temperatura adequada, uma dieta específica, luz Ultra Violeta, entre outros, caso contrário podem acabar com deformações como a Audrey.

Quando o dono da Audrey faleceu, ela foi levada ao veterinário para ser eutanasiada. Felizmente para ela, o veterinário decidiu tentar encontrar um novo lar para ela em vez de lhe terminar a vida.

Atualmente, a Audrey mora na LittleResQ, onde recebe cuidados apropriados e muito carinho. Tornou-se “porta-voz” da organização, transmitindo o seu exemplo como uma mensagem contra a crueldade e os maus-tratos infligidos aos animais.

Com sorte, a sua história irá salvar a vida de muitas outras tartarugas, encorajando os seus donos a proporcionarem-lhes os cuidados necessários para que possam viver saudáveis.

As tartarugas, quando pequenas, são uma compra atraente e muitas são assim compradas por impulso, sem que o comprador avalie os cuidados necessários, a responsabilidade de manter o animal e conceitos simples como por exemplo, “ela cresce”.

Infelizmente este fenómeno é extensível a muitos outros animais exóticos, como as iguanas, e mesmo a cães e gatos, tantas vezes abandonados porque “ficaram grandes demais”.

Pode seguir a tartaruga Audrey no Facebook.

Fotos

A Audrey é uma tartaruga que, por falta de cuidados, ficou com graves deformações

Fotografia: Little Res Q

A Audrey é uma tartaruga que, por falta de cuidados, ficou com graves deformações

Fotografia: Little Res Q

A Audrey é uma tartaruga que, por falta de cuidados, ficou com graves deformações

Fotografia: Little Res Q

A Audrey é uma tartaruga que, por falta de cuidados, ficou com graves deformações

Fotografia: Little Res Q

A Audrey é uma tartaruga que, por falta de cuidados, ficou com graves deformações

Fotografia: Little Res Q

A Audrey é uma tartaruga que, por falta de cuidados, ficou com graves deformações

Fotografia: Little Res Q

A Audrey é uma tartaruga que, por falta de cuidados, ficou com graves deformações

Fotografia: Little Res Q

A Audrey é uma tartaruga que, por falta de cuidados, ficou com graves deformações

Fotografia: Little Res Q

Tópicos: Tartarugas e Cágados, Répteis, Ajuda Animal, Conservação, Animais de Estimação